Reduzir o estresse para viver mais

04 Julho, 2020
Reduzir o estresse é fundamental para ter uma melhor qualidade de vida. Você quer saber como o estresse nos influencia e como podemos lidar melhor com ele? Continue lendo.

Reduzir o estresse pode nos levar a viver mais (e melhor). A questão é que, hoje em dia, não é nenhum segredo que o estresse, da maneira como o conhecemos, é altamente prejudicial para a saúde. O estresse pode ser a causa de várias doenças somáticas e psicológicas. Portanto, reduzir seus níveis pode ser um seguro de vida.

A pergunta de um milhão de dólares é: como podemos reduzir o estresse? Sabemos que o estresse nos faz perder saúde e, portanto, vida, mas muitas pessoas não sabem como lidar com esse estado quando ele aparece no horizonte. Antes de abordar esse tema, vamos conhecer um pouco mais sobre o estresse.

O que entendemos por estresse?

Se pedíssemos a dez pessoas para definir o estresse, obteríamos respostas muito diferentes, embora provavelmente todas elas sejam igualmente válidas. Para Juan, por exemplo, o estresse é se sentir como uma panela que está a ponto de explodir. Para Luisa, o estresse está no ambiente, como se fosse um estímulo externo: “O estresse são os impostos que tenho que pagar”.

Outras pessoas, entretanto, afirmam que estresse é ter muitas coisas para fazer e pouco tempo para realizá-las. Para outras pessoas, o estresse são as dores de cabeça e/ou de barriga causadas pelos problemas da vida diária. Como podemos ver, o estresse pode ter mil faces.

A saúde e o estresse

Todas essas definições, embora válidas, são incompletas. O estresse, na verdade, é uma combinação dos diferentes elementos que mencionamos. Podemos definir o estresse como uma resposta não específica do corpo a qualquer solicitação exigida.

Essa resposta do corpo é fisiológica e psicológica. Além disso, é composta por mudanças gastrointestinais, cardiovasculares e glandulares. A resposta do estresse é uma ativação biológica completa, não se limita a uma simples tensão nervosa.

Quais são os efeitos do estresse?

Vamos imaginar que estamos estressados por causa de mudanças imprevistas em alguma área importante da nossa vida (uma mudança de casa, ter sido demitido do trabalho, a morte de alguém próximo, etc.). As mudanças imediatas que vão acontecer no nosso organismo são as seguintes:

  • Os níveis de adrenalina aumentam.
  • A frequência cardíaca aumenta.
  • A pressão arterial aumenta.
  • A respiração fica mais rápida e mais superficial.
  • Há um aumento considerável da tensão muscular.
  • O metabolismo do nosso corpo aumenta.
  • O sistema imunológico diminui seu funcionamento.
  • O tônus intestinal e estomacal diminui.
  • A circulação do sangue nos músculos aumenta.

Como o bom funcionamento do sistema imunológico é essencial para vivermos mais e melhor, é fácil compreender o fato de que entre 60% e 90% de todas as doenças estão relacionadas ao estresse.

O corpo humano é complexo, muito complexo. Por isso, é difícil estabelecer exatamente o papel do estresse no processo da doença. Contudo, sabe-se que as pessoas que enfrentam mais estresse em suas vidas ficam doentes com maior frequência. Além disso, elas sofrem mais acidentes que o normal.

Os efeitos do estresse sobre o organismo também influenciam a atitude, o tipo de personalidade e o modo de agir das pessoas. Isso complica ainda mais essa questão. Mas vamos deixar uma coisa clara: não é a sorte que decide quem fica doente por causa do estresse.

Homem estressado no trabalho

Reduzir o estresse para viver mais

Quanto mais fortes e saudáveis estivermos, mais estresse seremos capazes de tolerar sem que isso represente uma ameaça grave para o nosso bem-estar. Para criar essa tolerância ao estresse, é importante manter hábitos saudáveis. Mas, quais são esses hábitos? A seguir, vamos dar algumas orientações nesse sentido:

  • Tente manter um sono regular e adequado. Durma o suficiente e procure ter um sono de qualidade, ou seja, descanse de verdade.
  • Pratique exercício físico com regularidade. Você não precisa ser um atleta de elite. Caminhar 30 minutos por dia é suficiente.
  • Tenha uma dieta equilibrada. Todos os nutrientes são necessários. Elimine alimentos ultraprocessados e açúcar refinado da sua dieta. Diminua o consumo de gorduras e cafeína.
  • Se você acha que está consumindo muitas bebidas alcoólicas, reduza significativamente a ingestão.
  • Evite o cigarro. Não fume.
  • Faça exames médicos com regularidade.
  • Reserve um tempo para descansar. Reconheça que você não é o Super-Homem ou a Mulher Maravilha. Todos precisamos descansar, principalmente se tivermos muitas atividades diárias.
  • Pratique o otimismo. Nada é tão terrível quanto imaginamos. Sofremos mais pelo que imaginamos do que pelo que realmente acontece. Nessa vida, (quase) tudo tem solução.

Colocando em prática esses conselhos, você será capaz de tolerar melhor o estresse. Ao mesmo tempo, você vai se sentir melhor e seu organismo vai agradecer. Reduzir o estresse sempre é possível, desde que levemos a sério esse objetivo. Isso vai nos levar a viver mais e melhor.