Reuniões consigo mesmo: uma forma de aumentar a produtividade pessoal

Os encontros consigo mesmo favorecem a análise de como trabalhamos e os resultados que estamos obtendo. Eles são um excelente espaço para nos avaliarmos e introduzirmos mudanças positivas em nosso trabalho.
Reuniões consigo mesmo: uma forma de aumentar a produtividade pessoal

Última atualização: 23 maio, 2022

Pode parecer loucura fazer reuniões consigo mesmo. Não estamos sempre com nós mesmos? A verdade é que não. Passamos boa parte do nosso tempo pensando em questões externas e com a mente focada em mil coisas, mas não em “nós mesmos” como tal.

Justamente por isso, as reuniões consigo mesmo podem ser uma excelente ideia. Neste caso, vamos falar sobre os benefícios que isso produz no plano de trabalho. Este pode ser um fator que aumente a produtividade, pois são encontros que nos permitem ordenar ideias e projetar-nos de forma mais precisa.

Assim como as reuniões são realizadas com outras pessoas para processar assuntos de trabalho, as reuniões também podem ser realizadas consigo mesmo com objetivos semelhantes. Na verdade, elas devem ser feitas de maneira muito semelhante e gerar resultados semelhantes. Vamos falar sobre tudo isso com mais detalhes.

Seu olhar clareará somente quando você puder ver em seu coração. Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, desperta ”.

Carl Jung

Reuniões com você mesmo

Ao falar de encontros consigo mesmo, a primeira coisa que causa confusão é a palavra “encontro”. Supõe-se que isso se refira à interseção atencional de duas ou mais pessoas. No entanto, neste caso, trata-se de unir aquela parte de nós mesmos que está focada no exterior com aquela dimensão que olha para dentro.

Da mesma forma, esse nome é dado porque seguem um esquema semelhante ao de uma reunião em que mais de uma pessoa participa. Trata-se precisamente de transferir esse conceito para a atividade individual.

Esses encontros consigo mesmo são especialmente recomendados para pessoas que realizam múltiplas atividades e têm pouco tempo. Também para quem enfrenta grandes responsabilidades ou passa por uma situação de crise no trabalho. É nessas circunstâncias que elas obtêm o maior benefício, mas o ideal é que, seja qual for a situação, elas sejam realizadas uma vez por semana.

Executivo trabalha com seu laptop em casa
As reuniões com você mesmo são altamente recomendadas para executivos e líderes de equipe.

O planejamento dessas reuniões

O planejamento das reuniões consigo mesmo é realizado da mesma forma que qualquer outro tipo de reunião. Primeiro, uma data e hora de início e fim devem ser definidas. Elas devem ser registradas na agenda e o tempo deve ser respeitado, assim como seria quando você se reúne com outras pessoas.

Em geral, esses tipos de reuniões visam avaliar o próprio trabalho e reestruturar as atividades ou tarefas que o precisem. No entanto, é importante que seja definido um objetivo específico para cada uma dessas “reuniões individuais”. Quanto mais concreto for esse objetivo, mais provável é que os resultados da reunião nos ajudem a alcançá-lo.

O objetivo pode ser, por exemplo, identificar uma metodologia mais funcional para realizar uma determinada tarefa. Ou talvez, avaliar as razões pelas quais houve vários atrasos na conclusão de uma determinada tarefa. Você também pode simplesmente tentar avaliar o quão bem você se saiu durante a semana. O importante é especificar o objetivo.

Mulher escrevendo notas
Os encontros com você mesmo permitem avaliar bem como planejar e organizar o ambiente de trabalho.

O desenvolvimento da reunião consigo mesmo

Os encontros consigo mesmo seguem o mesmo protocolo dos demais encontros. Nesse caso, é essencial respeitar a agenda, pois essa atividade não deve ser interrompida. É melhor agendá-lo com antecedência e em um momento em que outras atividades sejam improváveis. É melhor planejá-los com uma semana de antecedência, por exemplo.

Ao planejar, também é importante identificar quais materiais e ferramentas serão necessários. Podem ser os diários de trabalho, o cronograma de trabalho, as anotações que são feitas ocasionalmente, etc. A reunião é mais produtiva quando os elementos necessários estão disponíveis.

Recomenda-se também que haja um plano de atividades ou uma agenda, como em qualquer reunião. O que você vai fazer? Em que ordem? Se a reunião for para autoavaliação, por exemplo, uma boa pauta pode ser dividir a atuação por áreas (pontualidade, cumprimento do cronograma, qualidade dos produtos etc.), qualificar cada uma delas de 1 a 5 e apoiar a qualificação. Em seguida, tire conclusões.

Cada pessoa pode desenvolver suas próprias estratégias e ferramentas. O mais importante é que não haja distrações. Nos encontros consigo mesmo, é preciso se desconectar de tudo, para se reconectar com o verdadeiro sentido do nosso trabalho. Esses espaços ajudam a ter mais ordem mental e potencializam o trabalho que cada pessoa desenvolve.

Pode interessar a você...
6 maneiras de aproveitar melhor o tempo
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
6 maneiras de aproveitar melhor o tempo

Aproveitar melhor o tempo é um dos grandes desafios. Estamos cercados por um entorno com milhões de estímulos competindo pela nossa atenção...



  • Gutiérrez Pulido, H. (2010). Calidad total y productividad.
  • López Fresno, P. (2018). Estudio exploratorio sobre el concepto, tipología y significados de las reuniones de trabajo (Doctoral dissertation, Universitat Rovira i Virgili).