Qual é a sua desculpa para não mudar? - A Mente é Maravilhosa

Qual é a sua desculpa para não mudar?

Março 10, 2017 em Psicologia 0 Compartilhados
Qual é a sua desculpa para não mudar?

Qual foi a sua desculpa para não mudar no dia de hoje? Talvez você pense que é muito velho para aprender chinês ou que isso que você deseja pode esperar. Talvez você não tenha coragem de perseguir esse objetivo que você se propôs com tanto entusiasmo porque está começando a se cansar e a duvidar. Não é medo, não implica ter a capacidade ou não, também não se trata de segurança. Tudo isto é fruto das suas desculpas; de motivos que a sua mente inventa e nos quais você se apoia.

A diferença entre aquelas pessoas que têm uma vida aceitável e aquelas que têm uma vida excelente não é a ausência de medo, mas sim a ausência de desculpas.
Compartilhar

Todos sentimos medo, já que é uma emoção natural. É verdade que muitas vezes ele nos bloqueia, nos paralisa e não nos deixa seguir em frente com o que desejamos. Contudo, não nos leva a jogar a toalha. Esta atitude vem de nós mesmos por vontade própria, nos escondendo por trás de diversas desculpas que não têm razão alguma de ser. O temor nos leva a elas, a insegurança também; assim redirecionamos nossas sensações para o extenso mundo das desculpas.

Você está comprometido com o que deseja mudar?

Vamos supor, por exemplo, que você esteja tentando ser mais responsável ou está pensando em mudar de trabalho porque o que você tem agora não o satisfaz. Sem dúvida, você tem um objetivo claro, mas lhe falta alguma coisa. Talvez você tenha dúvidas e não saiba se será capaz de conseguir isto, ou você esteja começando a pensar que talvez não valha a pena. Sem perceber, você procrastina.

Procrastinar é deixar para amanhã o que você pode fazer hoje mesmo, mas que por diversas circunstâncias decide postergar. Isto significa que na verdade você não está tão comprometido quanto imagina. Quando a gente quer alguma coisa de verdade, procura que isso se arraste o menos possível no tempo. Não existe “mas”. Amanhã talvez você não tenha a oportunidade que o hoje lhe oferece. As coisas se conquistam movendo as fichas, e não olhando o tabuleiro de forma passiva.

mulher-cavalo-azul

Suponha que você tem uma personalidade que lhe causa problemas nos seus relacionamentos interpessoais e inclusive no seu trabalho. Várias vezes você recebeu chamadas de atenção e respondeu com um “sim, preciso mudar meu jeito de tratar as pessoas que me rodeiam”. Você considera que os outros têm razão e você também não gosta muito de como age em certas ocasiões. Contudo, com o passar dos dias tudo continua igual. A grande pergunta é: por quê?

Somente agindo, fazendo, mexendo as fichas, você conseguirá tornar realidade tudo aquilo que deseja.
Compartilhar

A resposta está no fato de que pela sua mente constantemente passa a palavra “amanhã”; contudo, quando chega o dia seguinte você já se esqueceu. Você não está comprometido de verdade com a mudança porque a preguiça ganha, talvez você considere no seu foro interior que já é muito velho para modificar certos aspectos seus. Contudo, isto é uma falácia. A idade pode ser um condicionante, mas o que nós mesmos pensamos tem um peso muito maior.

castelo-dragao

Você faz de verdade… ou acha que faz?

Talvez frases do tipo “não tem sentido eu me esforçar porque não vou obter os resultados desejados” sejam familiares. Contudo, você já se esforçou ou está se adiantando ao que pode vir a acontecer? Às vezes não somos sinceros com nós mesmos e justificamos nosso comportamento com base em alguma coisa que ainda não aconteceu. Isto acontece porque não estamos realmente comprometidos, como mencionamos anteriormente.

O problema do ser humano é que às vezes ele engana a si mesmo para acreditar que está fazendo alguma coisa útil, quando na verdade não se mexe para conseguir o que deseja. Cada desculpa nos faz sentir melhor, vítimas de certas circunstâncias que nos impedem de alcançar o que desejamos. Contudo, isto é uma grande mentira. Pense: você quer conseguir o que diz ou fala da boca para fora?

mulher-ruiva

Na vida existem mudanças que causam um verdadeiro pavor, independentemente de serem obrigadas ou impostas por nós mesmos. Não apenas quando procuramos polir nossa personalidade, mas também quando embarcamos em alguma nova aventura, como fazer novamente uma faculdade ou deixar o trabalho para fazer o que verdadeiramente nos preenche. Mas tudo é questão de vontade, de querer e de se esforçar. Não existe caminho fácil, ir contra essa dificuldade é o que mais irá nos fazer fluir se a encararmos bem.

Não importa se você acha que não é o momento, nem se você não possui todos os recursos para conseguir: o fato é que quase nunca, nem com todo o tempo do mundo, teremos todos os recursos disponíveis. Dá na mesma as dúvidas que surgirem e que digam para você “não faça isso!”. Faça-o de qualquer forma, sem criar nenhuma desculpa.
Compartilhar

Muitos dos limites que você considera reais só existem na sua cabeça, e você pode acabar com eles se os enfrentar de verdade. Não é preciso mentir para si mesmo, nem para você, nem para os outros. Se você não deseja mudar e ir em direção a alguma coisa, não vá. Mas quando você quiser chegar a certo ponto, faça-o sem considerações, sem colocar desculpas, sem procrastinar, sem duvidar… As coisas devem ser feitas sem pensar demais. Pois quando a mente começa a se encher de ideias, ficamos bloqueados a ponto de ficarmos completamente paralisados.

menina-corda-bamba

Imagens cortesia de Sofía Bonati.

Recomendados para você