Técnicas de meditação para iniciantes

setembro 13, 2019
A seguir, explicamos algumas técnicas de meditação ideais para iniciantes, uma forma de favorecer a saúde física e mental.

A meditação se tornou muito popular no Ocidente. À medida que cada vez mais pessoas se conscientizam dos benefícios proporcionados pela meditação diária, cresce o número de interessados nela. Neste artigo, trazemos algumas técnicas de meditação para iniciantes com as quais você poderá dar seus primeiros passos nesse sentido.

São muitos os benefícios de praticar a meditação regularmente. A redução e o gerenciamento correto do estresse, o desenvolvimento da concentração, o aumento da autoconsciência são apenas alguns deles.

A meditação também é usada por muitas pessoas com o intuito de desenvolver hábitos benéficos, como um humor mais positivo ou a autodisciplina. Além disso, é muito eficaz para conseguir manter padrões de sono saudáveis ​​e uma maior tolerância à dor.

Por tudo isso, as técnicas de meditação para iniciantes são uma boa maneira de entrar em um mundo tão amplo, tornando-o mais acessível e aumentando a motivação para incorporá-lo na rotina.

Alguns fundamentos da meditação

A meditação é uma prática que possui muitas formas diferentes, o que não significa que não compartilhem alguns pontos entre si. Todas as técnicas de meditação têm como objetivo acalmar a mente, de maneira que os eventos diários deixem de ser o foco principal.

Da mesma forma, todas elas se concentram no agora, no momento presente. É isso que você obtém com a experimentação do momento, sem capturá-lo, deixando-o viver. A ideia é abandonar o hábito prejudicial de pensar demais no passado ou no futuro.

Todas as técnicas de meditação para iniciantes, e também as mais avançadas, aumentam a atividade nas áreas do cérebro ligadas aos pensamentos e às emoções positivas.

Além disso, os estudos mostram que a prática regular e prolongada da meditação provoca mudanças positivas nestas mesmas regiões cerebrais.

Alguns fundamentos da meditação

Técnicas de meditação

De forma geral, as técnicas de meditação são divididas em dois grandes grupos. As técnicas que têm como foco a concentração e as que não têm. As técnicas de concentração têm como objetivo manter a atenção em um ponto específico, fora de si mesmo.

Por outro lado, as técnicas não centradas na atenção incluem abordagens mais amplas, como estados internos do corpo ou a própria respiração. Apesar das diferenças entre essas duas categorias, existem algumas técnicas que se sobrepõem aos dois tipos de meditação.

Vejamos algumas das principais opções dentro das técnicas de meditação para poder diferenciar umas das outras. Veremos apenas algumas, as mais fáceis de executar.

Técnicas básicas de meditação

A chave para deixar ir os pensamentos que vêm à nossa mente é pensar em si mesmo como um simples observador de seus pensamentos. Eles são observados quando chegam e são soltos como se deixássemos passar uma nuvem, sem nos comprometermos com eles.

Comece sentando em uma posição confortável e tente acalmar a mente sem forçá-la, evitando prender-se em pensamentos. Depois de começar, você vai perceber que isso não é fácil, embora a prática constante faça maravilhas em pouco tempo.

Técnicas de meditação focadas

Para iniciantes, nosso conselho é começar com a própria respiração. Para muitas pessoas, isso é mais fácil do que se concentrar no nada, embora a ideia seja a mesma: permanecer no momento presente e evitar os círculos nocivos de pensamentos.

Quando focamos em nossa respiração, devemos utilizar algo externo que mantenha nossa atenção mental longe do que queremos deixar ir. Pode ser algo visual, como uma figura, uma vela. Também pode ser algo que atraia nossa atenção auditiva, como as ondas do mar ou um metrônomo.

Técnicas de atenção plena

É muito eficaz, embora não seja a técnica mais simples. A técnica de atenção plena é uma ferramenta para permanecer no momento presente, aplacando a tentação de se projetar ao passado ou ao futuro. Isso realmente é mais fácil de explicar do que de conseguir.

Para nos ajudar com essa técnica, podemos nos concentrar em nossas próprias emoções e na parte do corpo em que as sentimos, sem procurar a origem, apenas experimentando-as como sensações, assim como as gotas de água que correm pelo nosso corpo quando fechamos a torneira do chuveiro.

Técnicas focadas em uma atividade

Atividades como a pintura, a jardinagem, a prática de ioga ou qualquer atividade que exija concentração são válidas para realizar esse tipo de técnica de meditação.

Essa é uma forma de atenção plena que utiliza atividades que fomentam a concentração. Esse tipo de meditação está intimamente ligado à teoria do fluxo, ou flow. É um tipo de prática que acalma a mente.

Fazer pintura

Meditação espiritual

A meditação também pode ser uma prática de caráter espiritual, embora não esteja ligada a nenhuma religião em particular. A meditação é utilizada por muitas pessoas como uma maneira de acessar um guia ou uma sabedoria interna.

Uma vez que conseguimos reduzir a velocidade com que os pensamentos correm, eles se tornam mais claros. Assim, aparecem as questões realmente importantes, e podemos alcançar as respostas mais enriquecedoras.

  • Goyal M, Singh S, Sibinga EMS, et al. Meditation Programs for Psychological Stress and Well-Being [Internet]. Rockville (MD): Agency for Healthcare Research and Quality (US); 2014 Jan. (Comparative Effectiveness Reviews, No. 124.) Introduction. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK180092/
  • Sharma H. (2015). Meditation: Process and effects. Ayu, 36(3), 233–237. doi:10.4103/0974-8520.182756
  • Sun, Key (2011) A Simple Meditation Technique. For mental tranquility and clarity. Psychology Today
  • Scott, Elisabeth (2018) 5 Meditation Techniques to Get You Started. Benefits extend beyond a calmer state of mind. Verywell Mind.