Prós e contras do trabalho à distância: liberdade ou isolamento?

fevereiro 4, 2020
O trabalho à distância é um dos fenômenos culturais da atualidade. Mesmo que proporcione uma maior autonomia ao trabalhador, também pode se tornar invasivo e deteriorar o seu mundo social, além de empobrecer intelectualmente o seu trabalho.

O mundo do trabalho tem mudado significativamente nos últimos anos. Uma das transformações mais relevantes é a presença cada vez mais comum do trabalho à distância. Hoje em dia, esta é uma modalidade que está presente em praticamente todo o planeta. Espera-se que, no futuro, ela seja a modalidade de trabalho que predomine.

O trabalho à distância traz consigo grandes benefícios. Permite economizar um valioso tempo no deslocamento de um lugar a outro, além de contribuir para a redução do trânsito e, portanto, da poluição ambiental. Em geral, oferece mais flexibilidade na organização do tempo e dá uma maior autonomia ao trabalhador.

Entretanto, o trabalho à distância também tem vários aspectos problemáticos. Entre outros, o fato de que quase sempre implica trabalhar fisicamente em solidão. Não existe a presença de um colega de trabalho ao lado para comentar alguma coisa ou descontrair durante uma pausa. Os demais começam a ser uma presença abstrata e estritamente funcional.

Isso projeta questionamentos com relação ao futuro das organizações. Não existirão mais entornos colaborativos? Será prejudicial essa falta de contato com os colegas, que muitas vezes contribui para resolver problemas e gerar inovações em conjunto?

Se quer chegar rápido, vá sozinho. Se quer chegar longe, vá acompanhado”.
– Provérbio africano –

Pessoa trabalhando ao ar livre

Os prós do trabalho à distância

O trabalho à distância oferece muitos benefícios relevantes. O primeiro deles, já mencionado, é a economia de tempo em deslocamentos. Isso também implica uma economia de dinheiro e de energia emocional, ao não ter que enfrentar o caos das grandes cidades. Por tudo isso, é mais econômico tanto para o trabalhador quanto para a empresa e para a sociedade.

Por outro lado, com o trabalho à distância, são eliminadas as barreiras geográficas. Uma pessoa pode trabalhar em qualquer parte do mundo, para qualquer empresa do mundo. A companhia sai ganhando porque isso lhe permite acessar perfis eventualmente mais talentosos, e o trabalhador também, pois tem um mercado de trabalho muito mais amplo para escolher.

O trabalho remoto, sobretudo, oferece uma margem ampla de autonomia ao trabalhador. Além de poder fazer seu próprio horário, também evita outras pressões do trabalho presencial. Por exemplo, tem que investir menos em roupas.

O trabalhador conta com a possibilidade de desenhar seu próprio entorno de trabalho e fazê-lo da maneira como se sente mais cômodo. Por fim, o trabalho à distância proporciona uma maior independência.

Os contras do trabalho à distância

Assim como o trabalho à distância garante uma maior autonomia, também exige uma grande autodisciplina.

Não há ninguém fazendo um controle do trabalho e esta falta de controle externo poderia levar algumas pessoas à desorganização. Há quem não consiga repetir a rotina de trabalho da empresa dentro de sua casa. Então, a desordem e a instabilidade serão predominantes.

Ao não sair de casa diariamente, os problemas do lar também acabam interferindo no trabalho em algumas ocasiões. Não há um corte com o convívio familiar e, se este não for saudável, trará consequências negativas para o rendimento.

Além disso, é possível que, em casa, haja mais interrupções e distrações do que em uma empresa. Isso pode fazer com que seja necessário mais tempo para desempenhar uma certa atividade.

Também podemos citar o fato de não contar com colegas fisicamente presentes. Isso poderia empobrecer a vida social e gerar uma sensação de solidão. Além disso, o trabalho à distância pode prejudicar os resultados devido à perda do estímulo intelectual e emocional proporcionado por uma equipe.

Com isso, os resultados podem piorar, assim como a capacidade de trabalhar em equipe.

Mulher trabalhando em cafeteria

Um modelo em construção

O trabalho à distância é uma modalidade relativamente nova (ligada principalmente à Internet, mas mesmo se buscarmos na história encontraremos outros precedentes, como o trabalho de costura).

Estamos em uma fase na qual os métodos e os processos para potencializar todas as suas vantagens estão sendo polidos e sofisticados.

A princípio, a distância não precisaria ser uma limitação para realizar experiências colaborativas e de integração. Estas são a base da inovação. Atualmente, tem sido imposta a estrutura do tipo “polvo”, na qual há uma cabeça que concentra, cria e une as peças dispersas. Isso teria que evoluir com o tempo.

O ideal é que o trabalho à distância não gere trabalhadores isolados, solitários e invadidos na sua vida pessoal.muitas peças para ajustar nesse objetivo.

O trabalho remoto é um desafio novo para as organizações e para os encarregados do bem-estar organizacional. Com certeza, teremos respostas eficientes para estes desafios em poucos anos.