5 vitaminas que podem afetar o sono

A dieta é um dos pilares mais importantes do sono. Neste artigo, vamos identificar as vitaminas que o influenciam de forma mais decisiva.
5 vitaminas que podem afetar o sono

Última atualização: 03 Outubro, 2021

A dieta está intimamente relacionada à nossa capacidade de dormir bem. Se o suprimento de nutrientes não for adequado, pode ser difícil adormecer. Além disso, é mais provável que ocorram despertares, o que torna as tarefas de recuperação piores. Por esse motivo, hoje vamos dizer quais são as cinco vitaminas que podem afetar o sono.

Para evitar deficiências de nutrientes essenciais, lembre-se de que é importante garantir variedade na dieta. Quanto mais alimentos diferentes forem consumidos, menos provável é que haja um suprimento inadequado de alguma substância decisiva para o funcionamento da fisiologia humana.

Vitaminas que podem afetar o sono

A seguir, mostraremos quais são as vitaminas que podem afetar o sono, bem como a sua importância nas tarefas de reparação que ocorrem durante a noite.

Vitamina D

É um nutriente que pode ser sintetizado endogenamente a partir da exposição à luz solar. Também é encontrada em alguns alimentos, como peixes oleosos e ovos, embora a quantidade fornecida por eles seja baixa e sua assimilação nem sempre seja a ideal.

A vitamina D participa de muitas tarefas dentro do corpo humano. Entre outras coisas, ela modula a inflamação, o que reduz o risco de desenvolver patologias crônicas e complexas.

De acordo com um estudo publicado na revista Current Pharmaceutical Design, a deficiência de nutrientes é capaz de causar problemas de sono, reduzindo a quantidade e a qualidade do mesmo.

Sardinhas

Vitamina E

Esse nutriente se destaca pela sua capacidade antioxidante. Neutraliza a formação de radicais livres e a sua consequente acumulação nos tecidos, ajudando a prevenir o envelhecimento e os danos celulares. Também tem algumas implicações quando se trata de garantir o bom funcionamento do sistema imunitário.

Além disso, manter os níveis de vitamina E em uma faixa adequada pode reduzir os distúrbios do sono, melhorando a qualidade do repouso. Isso é evidenciado por pesquisas publicadas no Journal of the American Geriatrics Society.

Quando há déficit deste nutriente, aumenta o risco de sofrer de apneia do sono, o que está associado a uma maior incidência de patologias neurodegenerativas.

Vitamina C

A vitamina C é outro composto que atua como antioxidante. Além disso, participa da absorção de ferro e da função imunológica. É capaz de estimular a síntese de colágeno, que favorece a saúde dos tecidos.

O fornecimento adequado dessa vitamina também tem sido associado à redução da apneia do sono, problema que causa desconforto e danos ao sistema nervoso central. A suplementação com as vitaminas E e C reduz os episódios de apneia, proporcionando um melhor descanso noturno.

Vitamina B6

O grupo das vitaminas B é amplo. No entanto, quase todas participam da regulação do sistema nervoso e têm certas implicações na qualidade do sono.

Especificamente, a vitamina B6 é necessária para a síntese da melatonina, hormônio que regula os ciclos do sono e da vigília, garantindo uma melhor noite de sono.

Mulher adormecida

Vitamina B12

Por fim, vamos falar sobre um nutriente que só é encontrado em alimentos de origem animal, a vitamina B12. Não só é necessária para a síntese correta dos glóbulos vermelhos, mas a sua manutenção de níveis adequados melhora a qualidade do sono.

É um nutriente necessário para a regulação do relógio biológico, que melhora os ciclos hormonais circadianos.

Garanta uma boa ingestão destas vitaminas que podem afetar o sono

Como você viu, existem várias vitaminas que podem afetar a qualidade do sono. Por este motivo, é necessário garantir que os seus níveis se mantenham dentro dos limites adequados, de forma a garantir que os processos de reparação noturna ocorram sem problemas.

Lembre-se de que o melhor é planejar uma alimentação balanceada e variada para garantir um aporte nutricional ideal. Em alguns casos pode ser necessário recorrer à suplementação, embora para isso seja aconselhável consultar primeiro um especialista.

Da mesma forma, um bom padrão alimentar deve ser combinado com outros bons hábitos de vida, como a prática regular de exercícios físicos.

Pode interessar a você...
Melatonina: o hormônio do sono e da juventude
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Melatonina: o hormônio do sono e da juventude

A melatonina sempre despertou interesse no meio científico. Além de ser responsável pelos ciclos de sono e vigília, ela é a chave para o relógio bi...



  • Romano, F., Muscogiuri, G., Di Benedetto, E., Zhukouskaya, V. V., Barrea, L., Savastano, S., Colao, A., & Di Somma, C. (2020). Vitamin D and Sleep Regulation: Is there a Role for Vitamin D?. Current pharmaceutical design26(21), 2492–2496. https://doi.org/10.2174/1381612826666200310145935
  • Ding, X., Kryscio, R. J., Turner, J., Jicha, G. A., Cooper, G., Caban-Holt, A., Schmitt, F. A., & Abner, E. L. (2016). Self-Reported Sleep Apnea and Dementia Risk: Findings from the Prevention of Alzheimer’s Disease with Vitamin E and Selenium Trial. Journal of the American Geriatrics Society64(12), 2472–2478. https://doi.org/10.1111/jgs.14393