5 chaves para descobrir a sua verdadeira vocação profissional

11 Junho, 2020
A possibilidade de desenvolver a nossa vocação profissional é uma das variáveis que mais afetam a nossa qualidade de vida, tanto real quanto percebida. Hoje, queremos dedicar este artigo a você, que está passando por esse processo.

A questão da verdadeira vocação profissional é uma preocupação para muitas pessoas. Desde a mais tenra idade, as crianças começam a pensar no que querem ser “quando crescerem”. No final do ensino médio, é hora de tomar uma decisão que muitas vezes está cercada de dúvidas.

Somado a essa dificuldade em identificar claramente qual é a verdadeira vocação profissional, está o fato de também haver muitas pressões do mercado de trabalho. É necessário avaliar tanto o gosto e o interesse próprio quanto as circunstâncias do emprego e o ambiente da época.

Como se tudo isso não bastasse, há também o fato de que uma pessoa pode não ter apenas um, mas vários interesses profissionais.

Portanto, às vezes não é fácil identificar quais desses interesses prevalecem sobre os outros. Para descobrir ou redescobrir a sua verdadeira vocação profissional, daremos cinco ferramentas ou estratégias que poderão ajudá-lo a seguir.

“A vocação é a espinha dorsal da vida”.
– Nietzsche –

Homem pensando na sua vocação profissional

5 chaves para descobrir a sua verdadeira vocação profissional

1. Identificação

Um dos fatores que ajuda a descobrir a verdadeira vocação profissional é a identificação. Tem a ver com o fato de que existem analogias entre as ações que são realizadas em uma determinada profissão e o que uma pessoa costuma fazer espontaneamente.

Por exemplo, se alguém está interessado ou procura as melhores maneiras de ganhar dinheiro investindo para multiplicar cada vez mais e melhor o seu capital, na prática, ele está gerenciando. Por outro lado, uma pessoa que tem uma sensibilidade especial para lidar com quem sofre e quer aliviar a sua dor provavelmente está muito relacionada às profissões associadas à saúde.

Obviamente, para identificar a verdadeira vocação profissional, é necessário observar a si mesmo para se conhecer. Você pode começar por esse lado: tente capturar as tendências espontâneas de ação que são muito marcantes no seu comportamento.

2. Maior concentração

Um dos sinais inequívocos de que existe um interesse ou vocação particular por algo é o grau de concentração que você alcança quando mergulha nesse algo. Em outras palavras, quando você começa a fazer algo e esquece que o mundo existe, provavelmente está fazendo uma atividade que tem muito a ver com você, ou seja, com a sua vocação.

O mesmo vale para o oposto: se você começa a realizar uma atividade e se distrai facilmente ou “não vê a hora de terminá-la”, significa que ela tem pouco a ver com você. Novamente, aqui também entram em jogo a saturação e o cansaço. Todos nós temos dias em que não conseguimos nos concentrar nem mesmo naquilo que gostamos de fazer.

3. Fluidez, uma chave da verdadeira vocação profissional

A facilidade para fazer algo também é um dos sinais que falam da verdadeira vocação profissional. Existem áreas ou assuntos para os quais a pessoa parece ter uma intuição especial. Ao entrar nesse terreno, parece que tudo flui naturalmente e sem artifícios.

Mais do que o fato de obter um bom desempenho nessa área, o que é relevante aqui é captar a essência do assunto com certa rapidez e sem grandes obstáculos. Isso indica que existe afinidade com a lógica da área à qual esse pensamento é aplicado.

4. Trabalho autônomo

Outra das pistas inequívocas sobre a vocação profissional aparece quando uma pessoa sente espontaneamente a necessidade de saber mais sobre algo. Sem que ninguém peça, ou sem ser estritamente necessário, ela procura mais informações e formula novas perguntas à medida que obtém respostas.

Essa curiosidade é uma manifestação de interesse real em uma área específica. É importante estar atento a esses assuntos que despertam a vontade de pesquisar, ler ou obter mais informações de forma natural. É provável que parte da sua vocação esteja aí.

Mulher lendo um livro

5. Sensação de cansaço

Este aspecto está intimamente relacionado à concentração. Como já dissemos, há atividades em que o tempo parece voar e outras em que parece que empurramos o ponteiro dos segundos. Além disso, algumas atividades fazem com que a pessoa se sinta exausta com mais rapidez.

O aparecimento rápido e intenso da fadiga pode ser consequência de uma atividade desagradável. Por outro lado, se você pode gastar muito tempo realizando uma tarefa, sem que ela lhe dê uma sensação de exaustão, é provável que seja porque coincide com a sua vocação.

A importância de descobrir a verdadeira vocação é que boa parte da tranquilidade e felicidade advém justamente de fazer o que realmente gostamos. Se isso acontecer, as chances de sucesso no trabalho aumentam bastante. Dedicamos uma boa parte de nossas vidas ao trabalho, de modo que esse assunto tem uma relevância que não pode ser ignorada.

Sánchez, J. E. G. (2011). El cine y la vocación profesional. Cuadernos de Bioética, 22(3), 543-556.