Você é um compulsivo por compras? Você pode ter Oniomania

Você é um compulsivo por compras? Você pode ter Oniomania

Daniella Anjos 6, novembro 2015 em Psicologia 5 Compartilhados

Na era do consumo, ostentar não é o melhor remédio; é o veneno!

Cada dia mais os profissionais de marketing, publicidade e propaganda criam estratégias para aumentar o consumo, imagens, ícones, cores, aromas, posições, etc.

Para atrair o público desejado desperta-se o sentimento de prazer e bem-estar levando o consumidor a efetuar a compra, muitas vezes de um objeto não necessário, em um comportamento que, em muitos casos, pode levar ao endividamento.

Existem casos em que a compulsão por compras é tão grande que a pessoa não nota que está doente. Este transtorno de impulso é chamado de Oniomania, pessoa que tem obsessão por comprar. Esta necessidade de comprar é comparada com a de um dependente químico.

Você está chateado e fica ansioso para ir ao shopping comprar qualquer coisa; ao sair da loja, ou mesmo antes, já sentiu arrependimento.

Esse comportamento no cérebro está ligado a um neurotransmissor chamado dopamina, que é responsável pela sensação de prazer. Porém, essa sensação se esgota rapidamente, e logo a pessoa se sente mal e precisa repetir com frequência esse estímulo externo para manter os níveis de dopamina no sistema cerebral de recompensa.

O ato de comprar não é condenado pela sociedade, pelo contrário, cada dia mais é estimulado, o que torna difícil o diagnóstico da doença. Ela deve ser percebida pela própria pessoa, pois na maioria das vezes as atitudes são feitas escondidas dos amigos e familiares, até que chega um ponto em que a sua situação financeira está num poço sem fim, causando problemas aos que estão ao seu redor.

Alguns comportamentos podem sinalizar que você está a caminho de ser um comprador compulsivo. Tomar empréstimo com amigos, fazer um cartão de crédito e ficar ansioso para consumir logo, usar frequentemente a palavra “emprestar”, sentir uma sensação melhor nas compras a prazo do que à vista, sentir-se constrangido em conversas normais sobre situação financeira, não se preocupar com os compromissos a serem pagos esse mês, sempre com a esperança de que no futuro você terá dinheiro para pagar. Observe e veja se esses comportamentos são comuns na sua rotina.

Endividamento compulsivo

Se as suas dívidas estão tirando seu sono, se atrapalham sua concentração no trabalho, se já se embebedou para achar que esqueceria suas contas, usa de pequenas mentiras para contrair empréstimos e nem observa taxas de juros e nem capacidade de pagamento, se suas dívidas estão estragando o seu relacionamento familiar, se você acha que irá sair das dívidas sem fazer planejamento, se teme que seus familiares e amigos descubram sua situação financeira, enfim, se está se enquadrando na maioria desses comportamentos, tudo indica que você está com um problema de endividamento compulsivo.

endividamento por compras compulsivas oniomania

Não se desespere, ainda há tempo. Existem várias formas de se controlar financeiramente, através de planilhas para orçamento familiar que lhe ajudarão a enxergar onde está gastando mais, o que precisa ser cortado, o que pode ser economizado, etc. E o mais importante: nesse estágio, já procure a ajuda de alguém com quem você se sinta confortável para desabafar e ajudar a não piorar a situação.

Causas da oniomania

A oniomania é considerada uma doença, embora não exista uma causa bem estabelecida. No entanto, situações em que as pessoas não souberam enfrentar seus medos, suas ansiedades e angústias, sejam eles oriundos de problemas vividos no passado no seio familiar, na sociedade ou por razões individuais, podem desencadear este distúrbio.

Tratamento da oniomania:

Não se desespere! Existe tratamento e o mais importante de tudo é você reconhecer e procurar ajuda o quanto antes.

Existe uma irmandade de mútua ajuda chamada Devedores Anônimos que faz reuniões presenciais e online, verifique se a sua cidade possui.

Outra alternativa e fazer acompanhamento com psicólogos, psiquiatras, fazer terapia em grupo ou individual.

Oniomanía pode ser curada com consultor financeiro

Procure um consultor financeiro. Estes profissionais não são apenas para empresas, eles irão ajudar-lhe a colocar no papel sua renda e seus gastos mensais, definindo com você uma melhor saída.

Não tenha vergonha de admitir que precisa de ajuda. Não minta para seu pai, mãe, irmão, tio, sobrinho, marido, amigo; você precisa de ajuda e sozinho o caminho é mais tortuoso, e muitas vezes escuro e sem saída. Não fique às cegas; procure alguém que possa ajudar e dar força para sair dessa. Há solução, basta você querer.

Daniella Anjos

Preocupada com o futuro do nosso país e das nossas crianças, tenho um projeto chamado SUCESSO PAIS E FILHOS onde trabalhamos ações lúdicas a fim de que a criança desenvolva habilidades e competências para conviver de forma saudável no seio familiar, e com os

Ver perfil »
Recomendados para você