A vida passa enquanto nos preparamos para viver

08 Outubro, 2020
Sempre há uma promoção a receber, uma habilidade a ser aprimorada e uma obrigação a ser cumprida. Mas o que você realmente gostaria fazer com o seu tempo?

Costumamos dizer que a vida não vem com um manual de instruções. No entanto, a maioria de nós acaba seguindo um passo a passo que guia nossas vidas. Sem perceber, gastamos nosso precioso tempo neste mundo tentando alcançar nossos objetivos, um após o outro. E enquanto isso, a vida passa diante dos nossos olhos.

Infelizmente, na maioria dos casos, seguimos um plano que nem mesmo elaboramos. Simplesmente internalizamos o que os outros consideram o caminho para o sucesso e a felicidade. Continuamos esquecendo que, como afirma Seligman, cada um de nós é o arquiteto da sua própria felicidade.

Nos preparamos para viver

Caminhar em meio à natureza

Todos nós queremos ter sucesso, ter boas oportunidades, estabilidade financeira e emocional e, em geral, uma vida próspera. Sabemos que nem sempre isso é fácil de conseguir e é por isso que nos preparamos muito à medida que a vida passa.

Os pais, com o objetivo de que seus filhos tenham todas as habilidades e ferramentas necessárias para o futuro, começam a prepará-los desde a primeira infância. Assim, procuram escolher as melhores escolas e fazem um esforço financeiro para matricular seus filhos nas mais variadas atividades extracurriculares. Inglês, alemão, basquete, xadrez, natação, piano… tudo parece importante, tudo parece necessário para marcar pontos no currículo da vida.

À medida que crescemos, buscamos obter as melhores qualificações, ingressar nas mais prestigiosas universidades e fazer os mais exigidos mestrados e pós-graduações do mercado. Renunciamos às nossas amizades, ao sono e a qualquer tipo de lazer para estudar algo que nos garanta um bom salário no futuro.

Também não hesitamos em trabalhar horas extras num trabalho de que não gostamos ou em nos privar daquela viagem ou da peça de roupa que gostaríamos de adquirir para economizar, para nos proteger do que pode acontecer no futuro. Sempre que pensamos em aproveitar o presente, parece haver um futuro que exige o nosso sacrifício sempre há algo para fazer em nossa caixa de entrada. Assim, enquanto nos concentrarmos no amanhã, a vida passa.

A vida passa

Enquanto nos preparamos para viver, a vida passa. Enquanto a criança vai de uma atividade para outra, perde seu tempo de brincar, explorar, descobrir, imaginar. No entanto, vários autores nos alertam que o futuro exigirá seres humanos mais criativos e curiosos.

Enquanto você estudava incansavelmente, passaram as oportunidades de dançar, rir, conhecer novas pessoas e expandir seus horizontes. Seus filhos crescem enquanto você investe todo o seu tempo naquele trabalho que o leva a se sentir miserável. A oportunidade de se dedicar aos seus hobbies, de curtir a sua família, apreciar a companhia dos seus amigos, de viajar e conhecer o mundo… todas passam diante dos seus olhos.

Quando você alcançará a sua meta? Em que momento você considerará que está suficientemente preparado para começar a viver? Talvez a essa altura a viagem não esteja mais disponível, a peça de roupa tenha saído de moda e seus filhos já tenham crescido.

Quantos anos você tem agora? Qualquer que seja a resposta, você nunca será mais jovem do que é agora, nunca terá mais energia do que agora. A vida já existe, está acontecendo agora, enquanto você lê este texto. Você está satisfeito com o uso que fez do seu tempo hoje?

Usar o tempo da melhor maneira

Encontre o equilíbrio

É evidente que não podemos ignorar nossas responsabilidades e nos dedicar apenas a nos divertir. Precisamos nos formar, ter um trabalho e pensar no futuro. Em muitas ocasiões, não podemos escolher. No entanto, existe um meio-termo saudável.

Para a sociedade, apenas o que gera produtividade é necessário. Mas, como seres humanos, é essencial que tenhamos uma boa saúde mental e emocional. Precisamos descansar, conversar, amar, ser criativos, rir e nos realizar. Pode ser que essas atividades não gerem dinheiro, mas são essenciais. Quando esta fantástica aventura de viver chegar ao fim, só ficarão as suas experiências.

Se você vai seguir um plano, certifique-se de que seja o seu, feito para você. Forme-se por prazer, por curiosidade, para saber mais sobre o que o fascina. Tente encontrar um emprego que o enriqueça pessoalmente de alguma forma. Reserve um tempo do seu dia a dia para pintar, cantar, ler, brincar com seus filhos ou dar um passeio na praia. A vida passa diante dos nossos olhos todos os dias, aproveite-a!

  • Cusí, I. El futuro educativo: niños más creativos, menos aburridos y estresados.
  • Seligman, M. E. (2017). La auténtica felicidad. B DE BOOKS.