Algumas separações ensinam o que você não quer saber sobre o amor

Algumas separações ensinam o que você não quer saber sobre o amor

Última atualização: 13 junho, 2022

Hoje senti que você não me ama, mas também tenho consciência de que não foi algo que surgiu hoje, mas que você não sente nada por mim há muito tempo. Nossa separação emocional me ensinou algumas coisas sobre o amor.

Aprendi que é melhor deixar você ir e continuar nossas vidas separadas. Há coisas que eu não quero saber, mas que preciso saber para aprender e o que não quero repetir.

Eu não queria saber que sexo não é sinal de amor, que se você não me chama significa que não se importa comigo, que se você me despreza você não me respeita. Agora sei mais coisas e embora não quisesse ver a dura realidade, aprendi o que não quero.

“Todas as vidas podem ser contadas como um romance, cada um de nós é o protagonista de sua própria história.”

-Isabel Allende-

Homem deixando sua namorada sozinha

Aprender o que você não quer saber sobre o amor

Em muitas ocasiões, aprender é difícil, porque se trata de tirar uma lição de uma situação que nos feriu, mas essa sabedoria deve nos ajudar a não viver novamente em um relacionamento que não nos faz felizes. Aprender é complicado, mas é necessário. Isto é o que aprendi sobre o amor:

Você não se importa com o que acontece comigo

A indiferença é uma das coisas que mais dói. Às vezes ela se esconde atrás de um comportamento supostamente aprendido pela outra pessoa: “Eu fui ensinado a ser assim”. Mas por que você tem que se resignar a tal comportamento? Trata-se de se adaptar ao positivo, não ao negativo.

Trata-se de encontrar um equilíbrio, de fazer um esforço para fazer o outro feliz, sem deixar de ser nós mesmos. Uma pessoa que te diz que te ama e é indiferente, não te ama. Embora vivamos juntos, podemos estar emocionalmente separados.

“O desafio é criar nossa identidade, não repetir nosso padrão social ou familiar. Cabe a nós escolher imitar… ou revolucionar”.

-Irene Orce-

Você não me respeita, você apenas me tolera

O respeito em um relacionamento é fundamental, não basta que te tolerem, você realmente se contenta com a mera tolerância? Trata-se de respeitar, respeitar quem você é sem tentar mudar você, respeitar suas decisões, sua maneira de pensar, sentir, estar nesta vida.

Os direitos humanos não são coisas dos outros, são algo cujo respeito deve partir das relações pessoais. Existem grandes amores, mas também existem pessoas manipuladoras que só zelam pelos seus interesses particulares.

Não se trata de você me amar muito, mas sim de você me amar bem

“Eu te amo tanto” não me basta, não é uma questão de quantidade, não quero quantidade, quero que você me ame bem, que me faça feliz, que sinta seu amor, em cada pensamento, em cada carícia.

Se você me ama muito, não pode haver indiferença, falta de respeito, desprezo. O que significa “eu te amo muito”? O amor excessivo não diz nada. Um amor alegre, que te faz feliz, é o amor que te abraça, que te faz sentir bem.

Casal abraçado no gramado

Se você não me admira, você não me ama

A falta de admiração é outra forma de indiferença. O que você gosta no seu parceiro? O que você realmente admira? Pode ser sobre muitos aspectos, sua maneira de pensar, olhar, vestir, se mover, falar ou um conjunto de coisas ao mesmo tempo. E o que seu parceiro admira em você? Se o seu parceiro é incapaz de responder a essa pergunta, algo está errado.

Que haja sexo não significa que haja afeto

O sexo é um fator fundamental em qualquer relacionamento, mas o sexo em si não é suficiente, sem ternura, sem carícias, sem beijos, sexo não é sinal de amor. Que haja sexo não significa que te amem ou que haja afeto, podemos estar distanciados ou separados mesmo tendo relações sexuais.

Um coração partido que liberta

O coração partido dói, dói muito. Choramos, lembramos, pedimos explicações, mas mesmo assim continuamos nos sentindo mal. Como toda dor, leva tempo para se dissipar, mas essa falta de amor também precisa ser vista como uma libertação, como uma oportunidade de ver quem realmente somos, o que aconteceu e o motivo, devemos aprender com isso e seguir em frente.

coração partido

Se seu parceiro vai desaparecer, ele deve fazê-lo o mais rápido possível, se você se sentir mal em seu relacionamento e seu parceiro te deixa, dê as boas-vindas à separação. Você vai chorar, mas deve estar feliz porque as pessoas que não te fazem feliz, que não te respeitam ou que te fazem sentir-se mal, desaparecerão de sua vida. Aprenda com essa experiência e você vai sentir amor novamente.

“Abençoada seja a falta de amor que te liberta da pessoa que torna sua vida amarga. Abençoada seja a falta de amor que te deixa ir e te permite ser você mesmo.

-Walter Riso-

Pode interessar a você...
4 dicas para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
4 dicas para saber se seu parceiro é um mentiroso crônico

Se você suspeita que seu parceiro é um mentiroso crônico, saiba que existem técnicas para descobrir se ele está sendo honesto com você. Descubra!

Imagem cortesia de Christian Schloe