O que é a ciberpsicologia?

As novas tecnologias causaram mudanças notáveis em nossas vidas: tanto positivas quanto negativas. A ciberpsicologia desempenha um papel fundamental neste contexto.
O que é a ciberpsicologia?

Última atualização: 13 Maio, 2021

A ciberpsicologia nasceu como uma necessidade para o avanço de uma sociedade que não se entende mais sem tecnologia. Dependência das redes sociais, pornografia online, cyberbullying, realidade virtual, inteligência artificial… Os campos de trabalho nesta disciplina são múltiplos, quase infinitos. Não podemos ignorar o fato de que estamos diante de um recurso que continua a se desenvolver a cada dia.

Arthur C. Clarke disse que os políticos deveriam ler ficção científica e não dramas, westerns ou histórias de detetive. De alguma forma, muitas das coisas que antes faziam parte do imaginário popular, romances e produções cinematográficas estão acontecendo. Por exemplo, atualmente já tratamos de termos como transumanismo tecnogênese.

A ciência nos diz que, dentro de alguns anos, o ser humano terá à sua disposição interfaces tecnológicas que irão aprimorar as suas capacidades físicas e intelectuais. Há muitas mudanças pela frente e muitos desafios e necessidades que se abrem diante de nós. A ciberpsicologia tenta explicar, responder e apoiar todas essas dimensões.

Ciberpsicologia

Qual é o propósito da ciberpsicologia?

Mais da metade da população mundial tem acesso à internet. Quase todos nós temos um dispositivo móvel, um computador e um tablet, recursos que ocupam uma parte importante do nosso tempo. É evidente que o impacto das novas tecnologias desde a chegada do novo milênio remodelou completamente o tecido da nossa sociedade… E até a forma como entendemos a realidade.

A ciberpsicologia é aquela ferramenta de estudo que busca compreender o comportamento humano em relação à tecnologia, às redes sociais e à inteligência artificial. Porque se há algo que está evidente, é que todos fazemos parte desta “matriz” que molda completamente os nossos hábitos de interação, socialização, lazer, aprendizagem, informação, compras, etc.

Visto que a adesão e dependência dos nossos dispositivos e da internet é quase absoluta, é necessário o desenvolvimento desta área da psicologia. No entanto, deve-se destacar que a ciberpsicologia como tal surgiu na década de 90. O psicólogo John Suler, da Universidade Rider, em Nova Jersey, explica em seu livro The Psychology of Cyberspace que foi nesse momento que se tomou consciência de algo.

A ciberpsicologia deve ter o objetivo final de nos capacitar a tornar a internet um lugar melhor e mais seguro.



  • Ancis, J. R. (2020). The age of cyberpsychology: An overview. Technology, Mind, and Behavior1(1). https://doi.org/10.1037/tmb0000009
  • Singh, A. K., & Singh, P. K. (2019). Recent trends, current research in cyberpsychology: A literature review. Library Philosophy and Practice2019.
  • Voiskounsky, A. (2016). Online behavior: Interdisciplinary perspectives for cyberpsychology. Annual Review of CyberTherapy and Telemedicine14, 16–22.