Giro cingulado: estrutura e principais funções

novembro 11, 2019
O giro cingulado posterior está relacionado a um circuito de memória topocinética. Especificamente, a sua principal função está na orientação visuoespacial.

O giro cingulado é uma parte do cérebro humano que se encontra nos dois hemisférios cerebrais. Essa estrutura, juntamente com o giro para-hipocampal, constitui o córtex límbico do sistema límbico do cérebro.

Quando estamos inquietos ou ansiosos, é o giro cingulado que age. Ele nos ajuda a expressar o nosso estado emocional através dos gestos, da postura e dos movimentos.

Como você pode imaginar, o giro cingulado assumiu uma grande importância nos estudos neurocognitivos e cognitivos. Além disso, essa parte da anatomia cerebral tem sido relacionada a várias funções cerebrais, mas também a alguns distúrbios.

A doença de Alzheimer e a depressão são ótimos exemplos disso. No entanto, também tem a ver com outros distúrbios, como a esquizofrenia, transtorno bipolar, alguns transtornos de ansiedade e outros relacionados aos vícios.

Localização do sistema límbico no cérebro

Estrutura e funções do giro cingulado

Córtex cingulado anterior

Em termos gerais, essa parte do córtex cerebral tem o seu papel principalmente nas respostas autonômicas e endócrinas da emoção e armazenamento de memórias.

Além disso, acredita-se que participe da regulação da função endócrina e da expressão de estados autônomos. Faz isso através de suas projeções com o núcleo do trato solitário e o núcleo motor dorsal do nervo vago.

No entanto, não se limita apenas a fazer projeções para essas áreas. O córtex cingulado anterior também possui extensas conexões com:

  • A amígdala: essa região do cérebro está muito envolvida nas respostas emocionais.
  • A substância cinzenta periaquedutal: está localizada ao redor do aqueduto cerebral no interior do tegmento do mesencéfalo. Trata-se de um local primário para a modulação de certos circuitos relacionados à dor.
  • Núcleos médio-dorsal e talâmico anterior: acredita-se que esses núcleos possam estar envolvidos em algumas funções, como o aprendizado, a memória e a atenção.

Córtex cingulado médio

Essa parte do giro cingulado se envolve quando fazemos previsões sobre resultados comportamentais. Também ajuda a executar esse comportamento por meio de projeções realizadas no córtex pré-frontal dorsolateral, áreas motoras complementares, córtex parietais e medula espinhal.

Por isso, acredita-se que o córtex cingulado médio esteja relacionado ao processamento de informações sobre a tomada de decisões. Ou seja, a tomada de decisões baseada em recompensa e atividade cognitiva associada ao controle motor intencional.

Sistema límbico do cérebro

Córtex cingulado posterior

O giro cingulado posterior está relacionado a um circuito de memória topocinética. Especificamente, a sua principal função está na orientação visuoespacial.

A parte mais ventral parece estar integrada à “rede de modo padrão” do cérebro. Ou seja, um sistema no cérebro que permanece ativo quando não prestamos atenção aos estímulos externos.

Além disso, acredita-se que essa parte também esteja relacionada aos processos de cognição dirigidos internamente. Alguns deles são a recuperação da memória, planejamento ou processamento de informações espaciais.

Também existe a hipótese de que essa parte esteja envolvida no autocontrole e na avaliação de eventos relacionados à autoestima.

A parte mais dorsal do córtex cingulado posterior está intimamente ligada às regiões pré-motora, visual dorsal e orbitofrontal do cérebro. Além disso, esta parte participa da orientação do corpo em um espaço visual.

Córtex retrosplenial

Essa parte do giro cingulado está envolvida em processos como a memória autobiográfica e a imaginação. Assim, muitos distúrbios neurológicos que prejudicam a memória estão associados a problemas nessa região do giro cingulado.

Então, o giro cingulado é o principal responsável por mediar as nossas respostas emocionais. Além disso, também é responsável por atribuir valor à emoção diante de estímulos externos e internos.

Especificamente, o giro cingulado nos permite vocalizar os estados internos (isto é, nos dá a capacidade de expressar as nossas emoções em voz alta).

Para concluir, se o giro cingulado for danificado, o sistema autônomo poderá perder a sua capacidade de responder a estímulos condicionados. Isso poderá levar a comportamentos agressivos, timidez ou diminuição dos sentimentos de afeto.

  1. Torta, D. M., & Cauda, F. (2011). Different functions in the cingulate cortex, a meta-analytic connectivity modeling study. Neuroimage, 56(4), 2157-2172.
  2. Vogt, B. A. (2005). Pain and emotion interactions in subregions of the cingulate gyrus. Nature Reviews Neuroscience, 6(7), 533.
  3. Paus, T., Petrides, M., Evans, A. C., & Meyer, E. (1993). Role of the human anterior cingulate cortex in the control of oculomotor, manual, and speech responses: a positron emission tomography study. Journal of neurophysiology, 70(2), 453-469.
  4. Vogt, B. A. (2016). Midcingulate cortex: structure, connections, homologies, functions and diseases. Journal of chemical neuroanatomy, 74, 28-46.
  5. Hoffstaedter, F., Grefkes, C., Caspers, S., Roski, C., Palomero‐Gallagher, N., Laird, A. R., … & Eickhoff, S. B. (2014). The role of anterior midcingulate cortex in cognitive motor control: evidence from functional connectivity analyses. Human brain mapping, 35(6), 2741-2753.
  6. Vann, S. D., Aggleton, J. P., & Maguire, E. A. (2009). What does the retrosplenial cortex do?. Nature Reviews Neuroscience, 10(11), 792.