Hoje escolho cuidar de mim

· junho 5, 2016

Hoje escolho cuidar de mim. Hoje, enfim, escolho ser forte e dar voz aos meus desejos, impor muralhas ao que me faz vulnerável e a aqueles que me afastam da minha essência. Sou a minha atitude, sou o jardim que cresce dentro de mim e do qual devo cuidar a cada dia.

Qual foi a última vez em que você priorizou a si mesmo? Eu sei, não é fácil e também não parece a coisa certa a fazer. Como cuidar das nossas necessidades se temos família, amigos, trabalho e responsabilidades a cumprir? Acredite se quiser, isto é necessário. E ninguém é egoísta por “cultivar esse jardim” interior.

Hoje entendi que preciso cuidar de mim, que é vital ouvir essa voz que me diz que mereço um tempo para mim, que preciso resolver as minhas tristezas, cuidar das minhas feridas, alcançar os meus sonhos. Preciso me cuidar para estar bem comigo mesmo e, assim, estar bem com o mundo.

A verdade é que é curioso como dia após dia deixamos de cuidar de nós mesmos. E apesar disso, aos olhos dos outros às vezes continuamos sendo egoístas: porque não estamos em casa o suficiente, porque não fazemos o que esperam que façamos, porque não dizemos o que os outros esperam.

A vida às vezes parece muito complexa se não apreendermos a estabelecer as prioridades corretas, e se não decidirmos o que merece o nosso tempo e o que não. Agora, uma coisa que os que estão ao nosso redor também precisam entender é o seguinte:

Você precisa de tempo para você, todos precisamos cuidar desse mundo interior no qual encontrar abrigo, força e segurança. Somente quando alcançarmos essa felicidade interior seremos capazes de dar o melhor de nós a aqueles que amamos.

Cuidar de mim: sou o jardim que cresce em meu interior

mulher-cultivando-seu-jardim-interior

Você é um jardim de cores que às vezes se apaga e murcha. Você é forte, só que agora se esqueceu da sua essência, dos seus pilares, porque as suas raízes se nutrem atualmente de pressa, medo, ansiedade, e talvez de companhias que o impedem de ser quem realmente é.

Se você escolher se cuidar, se você decidir dar esse passo em direção ao seu interior, é hora de se libertar dessas camadas externas que o impedem de crescer, respirar e brilhar com alegria.

Mas, como fazer isso? Parece muito fácil dizer, e inclusive aconselhar isso de “você precisa se cuidar”, porque neste caso não estamos falando de prevenir um resfriado, de evitar uma dor nas costas ou uma dor de estômago. Estamos falando desse vazio existencial que nos impede de ser feliz, que nos impede de sermos nós mesmos. Tome nota de como você pode cultivar o “seu jardim” interior para recuperar o equilíbrio.

1. Momentos de calma, solidão e silêncio consigo mesmo

Para se cuidar, primeiro você precisa se ouvir, e ninguém melhor do que você mesmo para escutar o que está lhe faltando, o que está doendo e o que está afastando você da sua essência.

  • Separe momentos de calma ao longo do seu dia para estar tranquilo, para ouvir a sua voz interior e, simplesmente, desligar o ruído das preocupações, das vozes do exterior.
  • Você precisa ir se aprofundando pouco a pouco. E para isso, o melhor é encontrar um cenário de tranquilidade e relaxar.
  • Acerte a sua respiração e, pouco a pouco, deixe-se levar por esse caminho cheio de curvas que levará você ao seu coração.
  • Pergunte a si mesmo o que acontece, do que você precisa, o que você deseja, o que lhe faz falta.

mulher-cultivando-flor

2. Aprenda a ser livre de pensamento e livre do que o afasta de si mesmo

O seu jardim interior quer crescer, mas há aspectos na sua vida que o impedem de fazê-lo. Em primeiro lugar é preciso ver se há aspectos de nós mesmos que nos colocam cercas, muralhas ou grades:

  • Evite se preocupar com coisas que não tem importância.
  • Deixe de dar valor a pessoas que roubam o brilho da sua vida, não dê ouvidos a críticas porque elas não definem você, não dê força a quem o prejudica ou você será a sua vítima: liberte-se.
  • Você é a pessoa que deve definir o rumo da sua vida, e por isso deve assumir o leme no seu dia a dia. Aprenda a lutar pelo que você deseja e dirija os seus esforços neste sentido: para uma felicidade simples, pura e sem artifícios, onde estão as pessoas que você ama de verdade.

Viva com força, loucura e liberdade, caminhe sentindo a sua essência e liberte-se das cadeias daqueles que prendem com abismos egoístas e vazios emocionais.

3. Enriqueça a sua vida procurando aquilo que o define, que faz você se sentir vivo

A vida é um aprendizado, é experimentar e se deleitar com o conhecimento compartilhado da humanidade e da natureza. Encontre a sua paixão e faça dela a sua trilha, permita que aquilo que ilumina você por dentro direcione a sua esperança diária e que seja uma forma de se sentir útil, capaz.

Não hesite em fomentar os seus relacionamentos sociais; as pessoas são uma grande fonte de conhecimento. Cultive o seu jardim interior aprendendo coisas novas a cada dia, enriquecendo-se para crescer, para ser mais livre de mente e alma.

Poucas coisas na vida são tão maravilhosas como ver o mundo com a curiosidade de uma criança, e desfrutar da vida com a paixão de um adulto que se sente livre, que se cuida porque sabe que a sua felicidade interior é a força para dar bem-estar a aqueles que o rodeiam.

elefante-nadando

Imagens cortesia de Marie Deschams, Art 3D Devianart.