Lettering: um passatempo benéfico

18 Julho, 2020
O que é o lettering? Como esta prática pode nos ajudar? Vamos contar tudo para você neste artigo!
 

Estamos acostumados a viver com pressa, cheios de obrigações. Trabalhar, comprar, cozinhar, limpar… e no escasso tempo livre que sobra só queremos relaxar lendo um livro ou descansando em frente à televisão. No entanto, criar o hábito de se dedicar a um passatempo pode trazer grandes benefícios psicológicos. Por isso, hoje queremos compartilhar com você uma das opções mais interessantes: o lettering.

Muitas vezes, o lettering e a caligrafia são erroneamente considerados atividades equivalentes, mas, na verdade, têm suas diferenças. A caligrafia é uma técnica de escrita à mão que busca a estética do texto escrito. Por sua vez, o lettering consiste em criar uma imagem artística, na qual as letras formam uma composição criativa e harmoniosa.

Portanto, é uma atividade mais relacionada ao desenho artístico das letras do que à escrita. O objetivo é chegar a uma imagem visualmente agradável, mais do que a um texto.

Aquarela, giz e vários outros materiais podem ser usados ​​para praticar essa técnica. No entanto, sem dúvida, a caneta pincel é uma das opções mais usadas.

Mulher aprendendo a fazer lettering

Quais são os benefícios do lettering?

 

Relaxamento

O lettering pode ser uma ferramenta útil para diminuir a tensão diária. É uma opção de entretenimento que permite relaxar de uma forma ativa, e não passiva, como no caso de assistir televisão.

Ao fazer essa atividade, você pode experimentar o chamado estado de flow, um dos pilares da psicologia positiva que ocorre quando a pessoa está completamente absorta e envolvida em uma atividade prazerosa e criativa. São aqueles momentos em que, mentalmente, você se sente como se estivesse voando, sendo capaz de ter o máximo rendimento com uma baixa percepção de esforço.

Sem dúvida, é uma boa maneira de liberar o estresse e aliviar as preocupações diárias. Além disso, permite que você passe um tempo sozinho, dedicando-se a si mesmo e a algo que você gosta ou se diverte fazendo.

Ser capaz de estar bem consigo mesmo é essencial para estabelecer relacionamentos saudáveis ​​e não se relacionar por carência. As pessoas que não gostam da sua própria companhia podem cometer o erro de promover relacionamentos pouco saudáveis ou suportar que suas relações ultrapassem os limites da dignidade.

Desenvolvimento de habilidades

O lettering pode contribuir para o desenvolvimento de várias habilidades na pessoa que o pratica. Em primeiro lugar, promove a coordenação visomotora e o desenvolvimento de habilidades motoras finas. Ao começar a praticar o lettering, você vai precisar dedicar um bom tempo para se familiarizar com os diferentes tipos de traços de cada letra e o modo de usar a caneta pincel para aperfeiçoar a sua técnica.

 

Esta prática favorece enormemente a criatividade, pois, como mencionamos anteriormente, o objetivo é a criação de imagens visualmente estéticas. Projetar a composição, selecionar as cores, os traços e a tipografia é um verdadeiro exercício de imaginação que aciona nosso lado mais artístico.

Por fim, começar a praticar lettering pode ajudar a melhorar a autoestima. É um exercício que requer prática e habilidade crescente. Nesse sentido, é uma maneira divertida desenvolver um compromisso consigo mesmo.

A perseverança é essencial para fazer progressos nos objetivos estabelecidos. Todos os dias você vai poder comprovar como sua habilidade melhora e como seu esforço se reflete em seus projetos. Sem dúvida, isso vai promover uma melhor autoimagem, pois esta é fortalecida quando se baseia em realizações tangíveis.

Estabelecer novas metas e trabalhar para alcançá-las é uma estratégia muito poderosa para a construção da autoestima. Dessa forma, não vai se tratar de um amor próprio “vazio” ou artificial. Em vez disso, será construído com base na evidência de que você é capaz de alcançar o que se propõe a fazer.

Lettering: desenho artístico
 

Lettering: uma alternativa benéfica de entretenimento

Em resumo, o lettering é um passatempo muito completo que nos permite ter momentos de solidão tão necessários, que às vezes a vida nos impede de apreciar. Certamente, vai despertar um interesse especial em pessoas mais criativas, mas também pode ser útil para quem deseja começar a ser mais flexível e artístico.

Melhora a concentração, as habilidades motoras e a perseverança, tudo isso enquanto nos proporciona um momento em que as preocupações externas desaparecem e podemos fluir de maneira livre e prazerosa.

 
  • Mesurado, M. B. (2009). Comparación de tres modelos teóricos explicativos del constructo experiencia óptima o flow.
  • Pereira, M. L. N. (2007). Autoestima: un factor relevante en la vida de la persona y tema esencial del proceso educativo. Revista Electrónica” Actualidades Investigativas en Educación”7(3), 0.