Pessoas carentes de empatia e desinteressadas pelos demais 

· setembro 22, 2018

Há pessoas que são uma luz em nosso caminho e outras que se transformam em uma escuridão que entorpece o nosso caminhar. Do mesmo modo, existem aqueles que fariam qualquer coisa por nós e outras pessoas carentes de empatia que não moveriam um dedo pelo nosso bem-estar.

A verdade é que cada um de nós se relaciona de diferentes formas em cada contexto. Consequentemente, há relações que enriquecem nosso caminho e outras que nem tanto. Estas últimas podem acontecer com pessoas carentes de empatia.

Alguma vez você já notou que existem pessoas que não compreendem que você cometa erros? Você já se relacionou com pessoas que não se importam com os seus pensamentos e sentimentos? Tratam-se de pessoas que não têm empatia, pessoas que não tentam se colocar no lugar do outro.

A empatia é a capacidade de compreender a visão de realidade do outro ao perceber e ter consciência de seus sentimentos. Acontece que existem pessoas que não têm essa qualidade, por isso vamos contar como elas são, quais transtornos podem estar associados a elas e como se relacionar com elas.

Quanto menos empatia você tiver, menos amigos terá. Colocar-se no lugar do outro ajuda a crescer como pessoa e a fazer florescer as relações.

Coisas que as pessoas carentes de empatia não fazem

As pessoas desinteressadas pelas demais não podem ter certas atitudes, pois não contam com a capacidade ou o interesse de compreender e perceber os sentimentos do outro. Há casos de pessoas desinteressadas que carecem de empatia, por isso vamos mostrar algumas coisas que elas não fazem a seguir:

  • Preocupar-se com você. Estas pessoas não prestam atenção em você, ou porque estão concentradas em si mesmas ou porque não se importam com o que acontece ao redor delas.
  • Sensibilizar-se. Mesmo que você conte a elas o que pensa e sente, elas não demonstram interesse em perceber e compreender o que está acontecendo com você.
  • Confiar. Por não perceber o que pensamos e sentimos, as pessoas carentes de empatia não se sentem seguras em esperar algo de nós.
  • Acreditar nos sentimentos dos demais. As pessoas desinteressadas nos demais duvidam das emoções alheias. Por essa razão, mostram-se frias com as pessoas ao seu redor.
  • Ter compaixão. Elas não sentem um impulso por aliviar a dor ou o sofrimento dos demais.
Pessoas carentes de empatia

Se você tiver estas características em mente, vai ser mais fácil ver quem não é empático ao seu redor. Tenha em conta que existem variações para cada tipo de relação; existem pessoas que contam com pouca capacidade de empatia, e outras que contam com muita.

Carentes de empatia, egoístas

As pessoas carentes de empatia não se colocam no lugar do outro. Assim, negligenciam os sentimentos e os pensamentos dos outros. Uma das características mais sobressalentes dos desinteressados nos demais é o egoísmo.

Dessa forma, os carentes de empatia podem ser muito egoístas, pois pensam no seu próprio bem-estar e deixam de lado as necessidades dos demais. Então, aproveitam as situações para se beneficiar. Deste modo, tiram proveito de nós.

Além disso, levam ao limite o fato de que os relacionamentos têm que ser recíprocos, então só dão se receberem algo em troca. Elas se relacionam de forma “utilitária”, fazendo da manipulação sua forma de vida. 

Assim, os carentes de empatia podem ser pessoas frias já que, com elas, experimentamos situações desagradáveis nas quais nos sentimos pouco compreendidos porque elas só desejam seu próprio bem-estar. Tratam-se de pessoas pouco amigáveis que não se conectam com os demais. 

Transtornos associados aos carentes de empatia

Todos nós podemos ser carentes de empatia em algum momento das nossas vidas. No entanto, algumas pessoas costumam ter sempre essa característica. Alguns transtornos psicológicos estão estreitamente relacionados com a falta de empatia. Vamos falar deles aqui.

  • Transtorno Narcisista de Personalidade. Estas pessoas são egocêntricas, apresentam uma preocupação extrema consigo mesmas e deixam os demais de lado. A falta de empatia neste transtorno de personalidade é relacionada com o fato de não verem nada além de si mesmas.
  • Psicopatia. Consiste em pessoas que não podem se adaptar às normas sociais e na dificuldade de se conectar com os demais, por isso são percebidas como pessoas carentes de empatia.
  • Transtorno de Personalidade Limítrofe. A pessoa costuma ter instabilidade emocional, por isso é difícil manter relações estáveis. Tem uma maior dificuldade para entender e prever como os demais se sentem.

Quando fazemos um esforço para explicar para estas pessoas como nós nos sentimos e o porquê de suas ações nos ferirem, elas costumam não compreender. Inclusive, elas conseguem fazer com que nos sintamos culpados, então elas podem dar a volta por cima, insistindo que somos nós que nos comportamos mal.

Tenha cuidado, a falta de empatia pode causar muita dor naqueles que são empáticos por natureza, naqueles que importam de verdade.

Mulher sofrendo por causa de pessoas carentes de empatia

Como enfrentar os carentes de empatia?

Não só é muito difícil para estas pessoas compreender as demais, mas elas também manipulam para obter o que desejam. Daremos aqui algumas ideias de como enfrentar estas pessoas:

  • Imponha limites. Você é quem decide até que ponto estas pessoas podem ir com você, não as deixe ultrapassar seu limite. 
  • Escolha bem os seus amigos. Se você acha que a pessoa não vê nada além das suas próprias necessidades, não a escolha. Ela vai acabar lhe fazendo mal.
  • Seja assertivo. Comunique o que você quer dizer da melhor forma. Assim, o que você sente ficará claro. Deste modo, você não vai confundir uma pessoa carente de empatia com a dificuldade de transmitir adequadamente o que você quer dizer.
  • Afaste-se caso não haja uma conexão emocional. Se você perceber que não há uma conexão entre os seus pensamentos e sentimentos com a pessoa, você pode estar diante de alguém carente de empatia.

Entretanto, os extremos não nos levam a lugar algum. Às vezes podemos nos equivocar e ver somente os nossos próprios interesses, o que não significa que não sejamos empáticos. O importante é saber escolher quem está perto de nós e em quem depositamos nossa confiança, pois só assim sabemos com quem podemos contar nos momentos difíceis.

As pessoas carentes de empatia são verdadeiras desinteressadas pelos demais. Então, não são capazes de se colocar em nossa pele para entender o que sentimos e o que pensamos. Além disso, elas não conseguem ver nada além de seu próprio mundo, por isso se mantêm em sua zona de conforto. 

Fuja das pessoas que dão uma volta no discurso para fazer com que você se sinta culpado. O que elas fazem é tentar usá-lo para conseguir o que elas querem. Então, são pessoas controladoras e frias, que não expressam verdadeiramente o que sentem, nem compreendem a situação pela qual você está passando.