O potencial dos nossos pontos fortes pessoais

09 Outubro, 2020
Você já ouviu ou leu algo sobre os pontos fortes pessoais? São ferramentas que todos nós temos e que nos ajudam a sermos melhores.

A psicologia, assim como todas as ciências, evoluiu muito ao longo dos anos. Há muito tempo pensava-se que falar sobre o que nos fazia mal e identificar a causa do desconforto bastava para alcançar a cura; no entanto, agora estamos cientes de que saber não é suficiente. É necessário mudar os padrões de ativação neural e os hábitos de pensamento e comportamento, de modo que eles também nos influenciem a nível emocional e provoquem mudanças. Vamos ver como fazer isso e entender a importância dos pontos fortes pessoais.

O papel da psicologia positiva nos pontos fortes pessoais

Mulher de braços abertos para a vida

A psicologia positiva é um ramo da psicologia que se concentra em fazer com que a pessoa seja capaz de conhecer seus pontos fortes, ou seja, suas forças pessoais. Para fazer isso, é preciso identificar e estar ciente daquilo em que você é realmente bom e no que pode se apoiar ao lidar com metas e superar dificuldades.

Essa perspectiva se baseia no método científico. Isso significa que os modelos e exercícios que ela gera foram previamente estudados e validados para mostrar que são eficazes em uma porcentagem significativa da população, o que indica que não se devem ao acaso ou ao efeito placebo.

Assim, a psicologia positiva foca e se concentra no que a pessoa faz bem para reforçar essa característica e, assim, fazê-la se destacar e não focar apenas no sintoma ou no que faz de errado. Além disso, foi comprovado, por meio de inúmeros estudos científicos longitudinais e de metanálise, que a psicologia positiva funciona.

Portanto, ao contrário do que muitos acreditam, essa disciplina não faz com que a pessoa passe a ser a mais positiva e feliz do mundo, nem que comece o dia tomando café em uma caneca de unicórnio rosa com uma frase feliz e com o melhor dos seus sorrisos. É sobre algo diferente: trata-se de descobrir aquelas forças que nos ajudam nos momentos de dificuldade.

Pontos fortes pessoais como talento

Conhecer as próprias forças é sinônimo de talento, pois são técnicas pessoais para enfrentar tudo o que nos limita e nos impede de aprimorar nossas próprias habilidades e capacidades. Assim, trabalhar a partir dos pontos fortes é muito mais útil do que tentar melhorar os pontos fracos.

Porque a autoestima, a autoconfiança, a capacidade de perdoar a nós mesmos e aos outros, a criatividade… Na verdade, essas coisas precisam vir de dentro, não de fora. E isso começa a acontecer quando os pontos fortes são identificados e colocados em prática corretamente.

Identificar os pontos fortes é a chave

Quais são os seus pontos fortes? Talvez a coragem ou a curiosidade? Você pode se surpreender ao descobri-los. Muitas vezes, temos mais pontos fortes do que pensamos. Se você ainda não sabe quais são, com a ajuda do método e do teste FORTE, do Instituto Europeu de Psicologia Positiva (IEPP), você poderá descobrir.

O FORTE é um conceito desenvolvido pelo IEPP que ajuda a conhecer e usar os pontos fortes de forma equilibrada. Nele, são estabelecidos 26 pontos fortes que cada pessoa pode ter em 3 níveis de presença diferentes: muito presente, pouco presente ou em equilíbrio.

Alguns pontos fortes

Observou-se que pontos fortes em equilíbrio, quando usados, aumentam os níveis de bem-estar psicológico. Assim, são uma fonte inesgotável de bem-estar, emoções positivas e recursos para melhorarmos a nós mesmos.

Na verdade, vários estudos mostram que o conhecimento e o uso de pontos fortes pessoais melhoram o bem-estar, a satisfação, o engajamento e a produtividade. Portanto, levá-los em consideração é uma garantia de sucesso.

Utilidades e benefícios

Uma vez detectados e identificados os pontos fortes, é hora de aproveitá-los para o desenvolvimento pessoal e profissional. Estes são alguns exemplos concretos dos âmbitos em que eles podem nos ajudar.

  • Melhorar a autoestima
  • Melhorar a assertividade
  • Melhorar a gestão emocional
  • Melhorar a capacidade de perdoar
  • Ganhar autoconfiança
  • Aumentar as emoções positivas
  • Diminuir níveis elevados de ansiedade
  • Trabalhar em pensamentos negativos automáticos

Finalmente, não se esqueça de que toda pessoa se destaca em alguma coisa. Por isso, comece primeiro detectando seu ponto forte para depois aprimorá-lo e apreciá-lo.