Rir ou chorar depois de um orgasmo, o que isso significa?

Rir ou chorar após um orgasmo: quão "normal" é isso? Por que isso acontece? É algo mais comum do que pensamos e tem uma explicação biológica e psicológica.
Rir ou chorar depois de um orgasmo, o que isso significa?

Última atualização: 14 dezembro, 2021

Rir ou chorar depois de um orgasmo: já aconteceu com você? Por que isso acontece? Que significa? Uma explicação possível, e de fato a mais comum, é a explosão emocional que ocorre após o orgasmo.

Essa explosão é condicionada por diferentes elementos; entre eles, a cascata bioquímica e hormonal que nosso cérebro recebe e a conexão que sentimos com o outro. Mas o que mais pode significar rir ou chorar depois de um orgasmo? Neste artigo nos aprofundamos um pouco mais nessa questão, tomando como referência a ciência e a opinião de especialistas.

A Cascata Bioquímica do Orgasmo

Quando temos um orgasmo, uma cascata bioquímica ocorre em nosso cérebro e em nosso corpo, e é que os hormônios são liberados em toda a sua intensidade. Principalmente oxitocina. A oxitocina pode induzir um estado de hipersensibilidade que pode nos fazer rir ou chorar após o orgasmo.

Nesse sentido, a explicação biológica para essas situações está aí. Mas de que depende se rimos ou choramos? De outros fatores psicológicos e circunstanciais. Por exemplo, em momentos de grande euforia, a hipersensibilidade tende a levar ao riso, enquanto em momentos de preocupação, a manifestação tende a ser de choro.

Mãos juntas de um casal na cama

Lágrimas depois do orgasmo

Em relação ao choro, segundo a sexóloga Nayara Malnero, o choro após o orgasmo não costuma corresponder a decepção ou tristeza, como muitos acreditam. Claro que nestes casos se recomenda aprender a comunicar-se com o parceiro, ou pedir ajuda profissional para tirar dúvidas.

Malnero acrescenta que o que costuma acontecer é que o orgasmo é acompanhado por uma descarga física e emocional. A tensão acumulada é repentinamente descarregada, o que faz girar nossos sentidos e as lágrimas são a manifestação desse estado.

E é que, de certa forma, o sexo é uma via de escape (no nível da tensão, ajuda a liberar o estresse). Por outro lado, essas lágrimas, segundo a sexóloga, costumam aparecer no período refratário, que é o tempo que o corpo leva para se despertar novamente após o orgasmo.

Estado de vulnerabilidade

Como já avançamos, no nível psicológico, após um orgasmo, o corpo e a mente tendem a relaxar. E nesses momentos é mais provável que apareçam emoções ou expressões emocionais intensas, como chorar ou rir.

Emoções no orgasmo: felicidade e bem-estar

Não vamos esquecer que o orgasmo é um estado que provoca emoções como bem-estar e felicidade. Nesses estados, é mais provável que apareçam lágrimas, não de tristeza, mas de emoção em si.

Porém, o que acontece? Essa emoção às vezes é tão intensa que se confunde com tristeza, embora normalmente não falemos de tristeza. Além disso, não vamos esquecer que, quando fazemos sexo com uma pessoa, se essa pessoa significa algo para nós, é normal que fiquemos emocionados.

O sexo pode abrir uma janela de conexão muito íntima. Segundo os especialistas, nesse contexto, o choro após o orgasmo seria mais um elemento dessa conexão, dessa interação.

Rir ou chorar após um orgasmo: não deve ser confundido com disforia pós-coito

A disforia pós-coito também pode ser outra causa possível de choro após o orgasmo. Isso é definido, coloquialmente, como “a depressão após o orgasmo “. E é que diante de um nível de gozo tão alto, é normal que depois da descida seja difícil, pois o contraste entre estados e emoções é muito forte. E essa “dor” se traduz em choro após o orgasmo.

Essa disforia pós-coito foi estudada pelo psiquiatra Richard Friedman, que afirmou que a causa dessa tristeza poderia estar “localizada” na amígdala. Essa estrutura cerebral deixaria funcionar durante o orgasmo.

Disforia pós-coito: mais comum do que pensamos

Um desses estudos, de 2015, liderado pelo Dr. Robert Schweitzer, foi publicado na revista Sexual Medicine. A pesquisa analisou a experiência sexual de mais de 230 mulheres universitárias. Os resultados mostram como 46% delas afirmaram ter apresentado sintomas de disforia pós-coito em algum momento da vida. E 5,1% tiveram até no último mês.

Segundo Schweitzer, os resultados sugerem que essa síndrome teria funções evolutivas. E um detalhe que a pesquisadora acrescenta: haveria uma correlação entre a disforia pós-coito e o nível de intimidade das relações.

Mulher com disforia pós-coito

Emoções à flor da pele após um orgasmo

Portanto, se você rir ou chorar depois de um orgasmo, não se assuste! Biologicamente e psicologicamente, é normal!

E é que no sexo, principalmente no sexo mais íntimo, que temos com aquela pessoa especial, muitas emoções emergem. Emoções intensas que depois do orgasmo estão à flor da pele, por isso é natural nos deixarmos levar pelo riso ou pelo choro depois de um estado tão intenso de excitação e liberação.

Pode interessar a você...
O sexo de reconciliação é realmente benéfico?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
O sexo de reconciliação é realmente benéfico?

O sexo de reconciliação é aquele que acontece no final de uma discussão e tem um caráter explosivo e intenso. Ele é bom ou ruim?



  • Arcos-Romero, A.I. (2019). Estudio de la experiencia subjetiva del orgasmo. Universidad de Granada.
  • Schweitzer, R. et al. (2015). Postcoital Dysphoria: Prevalence and Psychological Correlates. Sexual Medicine, 3(4): 235-243.