Seis dicas para administrar e resolver conflitos

Seis dicas para administrar e resolver conflitos

Maio 11, 2015 em Emoções 5 Compartilhados
conflitos

Os conflitos provocam emoções fortes, sentimentos de decepção, de desconforto e podem causar ressentimentos e separações. No entanto, quando são tratados de maneira saudável, aumentam a compreensão, a confiança e os laços do relacionamento são fortalecidos.

Para tratar adequadamente um conflito, é essencial conhecer seus próprios sentimentos, suas emoções e necessidades. Sem esse autoconhecimento, é muito difícil comunicar-se com o outro; podemos gerar discussões por coisas corriqueiras, sem levar em conta a verdadeira causa do problema.

O que determina a capacidade de resolver conflitos

A habilidade de resolver conflitos depende da capacidade de cada um de controlar o estresse, controlar as emoções, prestar atenção ao outro e respeitar as diferenças.

– Gerir o estresse: se você é capaz de controlar o estresse rapidamente, permanecendo calmo e alerta, poderá interpretar com precisão a comunicação verbal e não verbal do outro.

– Controlar as emoções e o comportamento: controlando suas emoções, você pode comunicar suas necessidades sem ameaçar ou assustar (sem agressão física ou verbal) o outro.

– Preste atenção: escute o outro e perceba seus sentimentos.

– Esteja ciente das diferenças e aprenda a respeitá-las. Se evitar palavras e ações desrespeitosas, conseguirá resolver os problemas rapidamente.

Dicas para administrar e resolver conflitos

1- Ouça com atenção

Quando ouvimos com atenção, nos conectamos as nossas próprias necessidades e emoções, bem como a dos outros. Isso facilita a comunicação e o outro também nos escuta.

2- A prioridade é resolver o conflito; não importa quem tem razão

Não se trata de perder ou ganhar uma discussão, mas manter o relacionamento e seguir em frente. É importante ser respeitoso com a outra pessoa e o seu ponto de vista.

3- Não guarde ressentimentos

Esqueça o passado e não guarde ressentimentos. Isso afetará sua capacidade de ver a situação com clareza e objetividade. Se pretende continuar nesse relacionamento, concentre-se no momento presente e resolva os problemas.

4- Evite os conflitos

Tente evitar conflitos, principalmente por assuntos irrelevantes. Resolver conflitos pode ser muito estressante.

5- Esteja disposto a perdoar

É impossível resolver um conflito se não estiver disposto a perdoar. Se você não é capaz de liberar a necessidade de punir o outro, não conseguirá resolver o conflito verdadeiramente, mesmo que chegue a um acordo.

6- Esqueça e siga em frente

Em alguns casos, é impossível chegar à um acordo. “Se um não quer, dois não brigam”; esqueça o assunto e siga em frente. Embora nem sempre seja possível, pode ser uma boa opção para superar divergências mesquinhas e não deixar que o conflito cresça e se transforme em um problema de difícil solução.

Recomendados para você