Ter um hobby é ter um tesouro - A mente é Maravilhosa

Ter um hobby é ter um tesouro

março 3, 2016 em Psicologia 15 Compartilhados
Ter um hobby é fundamental

A vida é muito curta e não podemos nos dar ao luxo de rejeitar os momentos que nos permitem aproveitá-la, deixando de lado o hobby do qual nós mais gostamos. É claro que o trabalho é fundamental e demanda muito tempo. É claro também que os trabalhos domésticos, os familiares e as relações afetivas, também ocupam uma boa parte da nossa vida.

Mas a verdade é que, para levar uma vida plena, você nunca deve permitir que não haja tempo para nos dedicarmos a nós mesmos. Há uma maneira especial para entrar em contato com o que mais gostamos e ao mesmo tempo cortar relações com tudo o que representa a rotina diária: dedicar-nos aos nossos hobbies.

Os hobbies são pequenos reinos de liberdade. O tempo que dedicamos a eles é nosso verdadeiro tempo livre, aquele em que fazemos o que realmente gostamos e onde o objetivo não é ganhar dinheiro ou cumprir uma obrigação.

Os benefícios de possuir um hobby

hobby-pintar

Tanto os médicos quanto os psicólogos e, em geral, todos os profissionais de saúde, concordam que ter um hobby aumenta a qualidade de vida. É um fator que equilibra e ajuda a preservar a saúde física e emocional. Entre os principais benefícios de ter um hobby estão os seguintes:

  • Permitem desenvolver as habilidades e os talentos naturais, além de conhecer novos potenciais
  • Contribuem para “nos desconectarmos” da rotina diária e de outras atividades que podem ser estressantes
  • São um excelente antídoto contra a depressão, a ansiedade e o nervosismo em geral. Ajudam a alcançar um estado de ânimo mais sereno.
  • Aumentam o desenvolvimento da criatividade e da capacidade de ter disciplina
  • Permitem ampliar a vida social
  • Aumentam a motivação para enfrentar os problemas da vida
  • Fortalecem a autoestima e, assim, facilitam a definição de novas metas e a melhoria contínua
  • Contribuem para estabelecer uma margem de independência da família e do casal
  • Nos ajudam a aproveitar mais desses momentos de solidão, na companhia de nós mesmos
  • Libertam-nos das obsessões geradas a partir do trabalho, das dívidas, dos problemas do relacionamento, etc.

A coisa mais importante é que um hobby nos ajuda a se estabelecer nas áreas mais genuínas de nós mesmos. Ali realmente somos nós, porque não temos a pressão de um resultado, nem queremos nos mostrar ou provar alguma coisa para alguém.

Algumas dicas para aproveitar um hobby

hobby-musica

Quase todo mundo já pensou em alguma atividade que gostaria de fazer em seu tempo livre, mas nem sempre conseguimos concretizar o que desejamos, ou fazemos isso só muito de vez em quando. A vida moderna demanda muito e facilmente nos leva a esquecer de nós mesmos. Por isso, vale a pena levar em consideração alguns pontos para fazer de um hobby esse tesouro que enriquece nossas vidas:

  • Seja ousado(a). Talvez você gostaria muito de cantar, mas sempre lhe disseram que você desafina muito. No entanto, como o seu objetivo não é se tornar o Pavarotti, porque não tentar cantar por hobby? Por pior que seja a sensibilidade do seu ouvido para música, com certeza você melhoraria seu desempenho utilizando algumas técnicas de canto. Seja ousado(a). A única coisa realmente importante é que você goste do que está fazendo.
  • Explore. Não fique apenas cultivando esse hobby que você já tem habilidade. Busque atividades parecidas e, porque não, também outras que você apenas conheça de nome. Você pode se surpreender com as muitas virtudes que podem estar escondidas, esperando o momento propício para emergir.
  • Não deixe para depois, nem desista por fatores externos. O momento é agora. Não deixe que suas obrigações, pressões familiares ou tarefas atrasadas lhe impeçam de praticar o seu hobby. É um momento tão, ou mais importante que o das obrigações. É um momento para você mesmo e, por isso mesmo, é sagrado. A prática de um hobby sempre se reflete em uma melhora no trabalho, na família, no desempenho social, etc.
  • Rompa com o seu ambiente habitual. Você pode definir um ponto de ruptura com tudo o que significa rotina. Por isso, não faz sentido que você envolva o seu parceiro ou a sua parceira, seus colegas de trabalho ou sua família, na hora de praticar seu hobby. É um espaço de corte, de exploração, de liberdade.
  • Não dependa do dinheiro. Talvez você procure hobbies muito caros e, ao mesmo tempo, acabará criando um pretexto para não praticá-los. Talvez você goste de montanhismo, mas você não tem o equipamento, ou sair da cidade é muito caro e, por isso, tudo acaba virando apenas um plano que não se concretiza. Se no momento você não tem condições para praticar um desses hobbies caros, encontre alguns que sejam semelhantes e mais baratos.

ilustração-musical-hobby

Imagens cortesia de Pascal Campion.

Recomendados para você