Teste dos estilos de liderança de Goleman e Boyatzis

05 Fevereiro, 2020
Um líder não nasce, surge a cada dia treinando sua empatia, sabendo inspirar e despertando o potencial humano de cada um. O Teste de Estilos de Liderança de Goleman é uma ferramenta sensacional para saber que tipo de líder somos.
 

O teste dos estilos de liderança de Goleman e Boyatz tem um objetivo muito específico: avaliar o impacto de determinados tipos de líderes sobre as nossas emoções. Foi no livro Primal Leadership, publicado em 2011, que esses especialistas introduziram esse instrumento pela primeira vez com a ideia de demonstrar uma personalidade específica, a do líder ressonante.

Daniel Goleman destaca a necessidade do mundo das organizações e da economia começarem a valorizar mais a área emocional no capital humano. Assim como ele alerta, um bom líder não significa apenas que uma empresa se torne lucrativa ou produtiva. O estilo de liderança afeta cada trabalhador, o clima da organização, o bem-estar e a motivação.

É interessante destacar que tanto o próprio Goleman quanto Richard Boyatzis e Annie McKee enfatizam a figura do líder ressonante. Trata-se da pessoa que apresenta uma autoconsciência adequada para sentir o que é certo e o que está errado em uma situação. É alguém que deixa de lado suas emoções negativas e transmite ao restante entusiasmo, confiança e empatia.

A ressonância é, afinal, trabalhar no próprio equilíbrio emocional para impregnar os outros de positividade e inspiração.

É necessário, portanto, avaliar que tipo de liderança define alguém em particular para entender o que essa pessoa transmite para a sua equipe, seus funcionários ou seu ambiente mais próximo. Porque o bom líder não é aquele que possui o maior poder de comando, quem define as diretrizes. Na verdade, é aquele homem ou mulher capaz de tirar o melhor de todos os que o rodeiam.

 

“A chave é fazer com que um líder se interesse em mudar. Se não estão interessados em mudar, não há progresso. É necessário que a pessoa perceba a desvantagem do seu estilo de liderança ao obter uma avaliação precisa”.
-Daniel Goleman-

Estilos de liderança

Teste de estilos de liderança de Goleman e Boyatzis

No livro Primal Leadership, Goleman, Boyatzis e McKee falam sobre seis estilos de liderança. Esses perfis são a base do teste de estilos de liderança de Goleman e Boyatzis, um recurso altamente útil para qualquer gerente, departamento de recursos humanos, e qualquer pessoa que queira saber como entender e aplicar a liderança.

É necessário esclarecer um aspecto. Um líder não é apenas um facilitador para o sucesso de sua equipe, alguém que fornece recursos, orientações e capacitação necessários para alcançar metas para a organização. Na realidade, um líder também é alguém que exerce influência sobre os outros, como um amigo, um membro da família, um vizinho etc.

A liderança mais positiva e ressonante para Goleman, Boyatzis e Mckee significa nutrir e melhorar, não apenas dirigir e ordenar. É assim que se gera bem-estar e mudanças nas quais todos são recompensados.

 

Portanto, o teste de estilos de liderança de Goleman e Boyatz não apenas nos fornece informações sobre o tipo de líder que somos, também oferece orientação sobre os aspectos que devemos melhorar.

Teste dos estilos de liderança de Goleman

Em que consiste o teste dos estilos de liderança?

O teste dos estilos de liderança de Goleman e Boyatzis consiste em uma escala organizada em 6 partes. Cada uma dessas partes mede um tipo de liderança e, para estimar se uma pessoa obtém uma pontuação baixa, média ou altamente significativa, são feitas 9 perguntas.

Portanto, este teste consiste em 54 itens (perguntas) no total, aos quais o avaliado deve responder Sim/Não. Vamos conhecer os tipos de liderança medidos neste teste.

1. O líder visionário

O líder visionário usa sua experiência, motivação e entusiasmo para inspirar seus seguidores. Ele sabe quais são suas prioridades e as transmite aos outros com positividade. Além disso, esse estilo de líder tende a dar muita liberdade aos liderados, para que alcancem cada objetivo com seus próprios recursos.

2. O líder direcionador

O líder que atua como direcionador atende cada indivíduo pessoalmente. Ele os ouve, ajuda e contribui de perto para o seu desenvolvimento dentro da organização.

 

3. Líder companheiro

Este é o tipo de liderança definido pela empatia. São sensíveis aos problemas dos demais e priorizam as pessoas sobre os objetivos, criando uma cultura de harmonia e equilíbrio.

Líder dando instruções à equipe

4. Líder democrata

Esse estilo gira em torno da necessidade de sempre chegar a um consenso. O líder democrático incentiva a flexibilidade da equipe, bem como a igualdade; atende às necessidades de todos e faz uso de incentivos.

5. O líder controlador

O líder controlador se coloca como referência. Ele espera que os outros o sigam e façam o mesmo que ele ou ela, porque são concebidos como exemplos de superioridade e eficácia. Além disso, buscam atingir objetivos a curto prazo, supervisionam cada tarefa e buscam ter o controle de cada movimento realizado pela sua equipe.

6. Líder autoritário

O estilo coercitivo ou autoritário faz uso e abuso de seu poder. Pede obediência e respeito à sua autoridade e, por isso, exige que o que ele deseja seja cumprido e seja feito o mais rápido possível.

Além disso, cabe destacar que esse tipo de liderança não dá ouvidos a opiniões, e cada coisa deve ser realizada, seja por tradição ou obediência. Qualquer opinião inovadora, qualquer sugestão diferente e original, é vista como um desafio à sua autoridade.

 

Como o teste dos estilos de liderança de Goleman e Boyatz é interpretado?

O teste dos estilos de liderança de Goleman e Boyatzis nos oferece diferentes tipos de informações. Para começar, dos 6 estilos descritos aqui, é comum apresentar alguma identificação com vários deles. Assim, alguém pode pontuar alto nas dimensões do autoritarismo e controle. Outros irão pontuar como líderes visionários e democráticos.

De acordo com Goleman, o líder eficaz “se move com normalidade” em pelo menos três dos seis estilos dessa escala, sendo os mais recomendados o líder visionário, o democrático e o companheiro. Portanto, vale a pena pensar e mantê-los em mente, não apenas no âmbito de trabalho.

De certa forma, todos fazemos parte de grupos sociais (amigos, familiares, colegas de trabalho…). Em outras palavras, somos uma fonte de influência, capaz de inspirar, apoiar, ouvir e tirar o melhor de quem temos ao nosso lado.

 
  • Goleman, D., Boyatzis, R., Mckee, A. (2017). El líder resonante crea más. El poder de la inteligencia emocional. Debolsillo.