Você trabalha em um bom ambiente de trabalho? 10 pistas para saber

Quando há um bom ambiente de trabalho, todos ganham. Os trabalhadores porque se sentem mais identificados e satisfeitos com sua atividade e a organização porque é mais produtiva e estável ao longo do tempo.
Você trabalha em um bom ambiente de trabalho? 10 pistas para saber

Última atualização: 05 janeiro, 2022

O ambiente de trabalho é um dos elementos fundamentais para o bom funcionamento de uma organização. Às vezes se pensa que isso se resume a boas relações entre os trabalhadores, e entre eles e os diretivos, mas a verdade é que sua definição e impacto vão muito mais longe. Existe um bom ambiente de trabalho não apenas quando o nível de conflito é baixo, mas também quando as condições de trabalho geram sentimento de pertença, desejo de continuar no trabalho, otimismo e sentimentos de satisfação.

Existem muitas escalas para medir o ambiente de trabalho. Quase todos elas levam em consideração a presença de alguns fatores que revelam o positivo ou o negativo do ambiente de trabalho. A seguir mostraremos dez desses fatores relevantes.

O meio ambiente atua de forma semelhante aos membros superiores da organização: controla, regula e estimula o cumprimento de uma série de diretrizes; e é estruturado como um ‘sistema de filtragem ou estruturação’ perceptivo que atinge o indivíduo. Tudo isso que o indivíduo percebe se chama CLIMA ”.

-Nicolás Seisdedos-

Equipe trabalhando cumprimentando

Dicas para reconhecer um bom ambiente de trabalho

A seguir estão 10 fatores que estão presentes na estrutura de um bom ambiente de trabalho. Vamos ver.

1. Envolvimento

Envolvimento refere-se ao grau de comprometimento que os trabalhadores demonstram com seu trabalho. Quando, espontaneamente, mostram interesse pelo que fazem, buscam fazer bem e até aprimorá-lo, geralmente é porque se sentem envolvidos com a organização.

2. Coesão

Coesão tem a ver com atitude cooperativa dentro do trabalho. Se houver ajuda mútua e interesse pelo bem-estar dos colegas, significa que há coesão. Isso, é claro, também se aplica aos gerentes. A coesão é fator fundamental para um bom ambiente de trabalho.

3. Suporte

O suporte ou apoio está relacionado à atitude dos gestores. Está presente quando os líderes realizam ações concretas para colaborar nas necessidades dos trabalhadores. Envolve também a comunicação motivadora, o que incentiva as atividades e gera segurança e confiança na equipe.

4. Autonomia

A autonomia é um dos indicadores mais reveladores de um bom ambiente de trabalho. Refere-se ao grau de autossuficiência dos trabalhadores e sua capacidade de realizar iniciativas próprias. Se estiver presente, é provável que o trabalhador se sinta confortável com seu trabalho e com a organização.

5. Organização

A organização é essencial para que as tarefas sejam realizadas da melhor maneira possível e não haja conflitos. Está associada a um bom planejamento, juntamente com a eficiência e a capacidade de realizar tarefas no nível e nas condições exigidas.

6. Pressão

Esse fator deve ser negativo, ou seja: quanto menos pressão houver, melhor é o ambiente de trabalho. Por pressão entende-se o sentido de urgência frente às atividades a serem realizadas. O normal é que em todo trabalho haja pressão, mas o indicado é que este não seja um acontecimento diário ou frequente, mas sim ocasional.

7. Clareza

Há clareza quando o trabalhador sabe bem o que fazer, o que se espera dele e como deve fazer. Da mesma forma, ao compreender as políticas da organização, conhece seus regulamentos e está ciente dos limites de seu trabalho e de suas possibilidades.

8. Controle

Controle refere-se ao grau em que as regras e pressões devem ser utilizadas para o desempenho das atividades diárias. Uma organização tem um ambiente de trabalho melhor quando não há maior necessidade de recorrer a alguma forma de coerção para realizar as tarefas.

9. Inovação

Nesse caso, inovação tem a ver com as possibilidades oferecidas pelo trabalho para introduzir variedade, novas abordagens ou mudanças. Esse fator é muito importante, pois atividades muito rotineiras tendem a desestimular os funcionários.

Mulher pensa em ideias criativas

10. Conforto

Esse fator tem a ver com o ambiente físico de trabalho. Quanto mais confortáveis forem as instalações e, em particular, o local de trabalho, maior será a disponibilidade dos trabalhadores para a realização do seu trabalho. Não tem a ver com luxo, mas sim com condições adequadas.

A importância do ambiente de trabalho

Embora o bom ambiente de trabalho não seja tangível, ele se materializa em muitas áreas da organização. Quem está satisfeito com seu trabalho tem maior produtividade. Da mesma forma, é mais estável, saudável e ativo.

Tudo isso se traduz na boa saúde da organização. Assim ela adquire prestígio e valorização entre os seus trabalhadores que, enfim, são os seus primeiros clientes. Isso, tanto no curto quanto no longo prazo, se traduz em melhores processos e resultados mais marcantes.

This might interest you...
A ética do trabalho: em que consiste?
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
A ética do trabalho: em que consiste?

A ética do trabalho é um conjunto de valores e comportamentos que devem existir em toda empresa para garantir o bem-estar das pessoas.



  • Gutiérrez Strauss, Ana María y Viloria-Doria, Juan Carlos. (2014). Riesgos Psicosociales y Estrés en el ambiente laboral. Revista Salud Uninorte , 30 (1), v-vi. Obtenido el 16 de diciembre de 2021 de http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0120-55522014000100001&lng=en&tlng=es.
  • Iglesias Armenteros, Annia, & Sánchez García, Zenia. (2015). An Overview of the Organizational Climate. MediSur13(3), 455-457. Recuperado en 16 de diciembre de 2021, de http://scielo.sld.cu/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1727-897X2015000300002&lng=es&tlng=en.