7 dicas para voltar a estudar na idade adulta

dezembro 14, 2019
Se você decidiu retomar os estudos na idade adulta, parabéns! Nós também queremos contribuir, então daremos algumas ideias que podem ajudá-lo.

Você pensa em voltar a estudar agora, na idade adulta? Antigamente, essa poderia parecer uma escolha estranha ou até absurda. Essa era a sensação que muitas pessoas tinham diante desse tipo de iniciativa.

No entanto, hoje alguém pode retomar a sua formação por muitos motivos. Seja por necessidade, por curiosidade, por vontade, por querer aprender… Afinal, de maneira mais ou menos formal, nunca deixamos de aprender.

Não devemos pensar que voltar a estudar na idade adulta é objeto de um fracasso ou de uma escolha ruim. Seu “eu” de 17 anos teve que escolher a que queria se dedicar para o resto da vida, com 17, com 37 ou com 57 anos. Mas será que seu “eu” adolescente era assim tão sábio para saber o que seu “eu” adulto ia querer 20 ou 40 anos depois?

Por isso, cada dia mais pessoas retomam os estudos ou começam a se interessar por outras matérias. Alguns o fazem para buscar novos horizontes profissionais, outros como um puro e simples hobby.

Independentemente do que o motiva, existem várias dicas que é importante conhecer antes de começar a colocar esse projeto em andamento.

Livros e laptop em uma biblioteca

Como voltar a estudar na idade adulta

Você quer voltar a estudar na idade adulta? Se esse é o seu caso, lembre-se de que hoje há muito mais opções do que as gerações que nos precederam tinham. Hoje em dia, por exemplo, temos:

  • Muito mais informação sobre a oferta formativa e maior experiência de vida para escolher o que desejamos estudar de verdade.
  • Um maior número de possibilidades de estudo.
  • A formação online e à distância já é uma realidade, e pode facilitar muito esse processo.

Uma das autoras que mais trabalhou o assunto de voltar a estudar é Isabel C. Franco, autora de Voltar a estudar na vida adulta: técnica e conselhos. Nesse livro, o leitor encontra técnicas e conselhos que podem ser de grande ajuda em diferentes áreas de formação:

  • Persistência e aprendizagem frente ao fracasso e o erro.
  • Técnicas para fazer boas anotações em sala, sejam elas presenciais ou online.
  • Assimilação de pautas para ser constante, especialmente quando estamos falando de uma formação à distância.
  • Técnicas de memorização e leitura ativa durante o estudo.

Quando já estamos há muitos anos sem estudar, nem sempre é fácil voltar para esse terreno que um dia foi tão familiar. Nós já perdemos a rotina, e além disso, o cérebro em uma certa idade já não tem mais a mesma capacidade de retenção e aprendizagem que tinha durante a infância e a adolescência.

Conselhos para voltar a estudar na idade adulta

A formação contínua é algo básico para qualquer profissional. Não estamos falando apenas da educação superior ou universitária, nem mesmo da educação formal. Qualquer curso de capacitação é útil para melhorar o desempenho. Também falamos de atualização para a maioria dos postos de trabalho, a famosa reciclagem profissional.

Seja como for, por motivos profissionais, por puro prazer ou pelo simples fato de aprender e obter mais conhecimentos, existem dicas importantes que facilitarão esse processo que, muitas vezes, pode se tornar complicado.

Confiança

A idade nos traz autonomia, mas também traz a responsabilidade de sermos donos da nossa confiança. Voltar a estudar pode ser um desafio para muitas pessoas, e por isso pode ser necessário recuperar ou consolidar a confiança nas suas capacidades. Nesse sentido, o ambiente também pode ajudar ou atrapalhar.

Fora preconceito

É importante deixar os preconceitos de lado, deixá-los o mais longe possível. Cada dia é mais comum ver pessoas de todas as idades nas salas de aula. Ainda assim, temos que derrubar as barreiras que possam aparecer, pois ainda há muita gente que vê a volta ao estudo como algo negativo, contra a natureza, quando na verdade é exatamente o contrário.

“Siga com fome, siga louco”.
-Steve Jobs-

Motivação

A motivação e a crença de estar fazendo a coisa certa são primordiais. Se você voltar a estudar, vá com tudo e aproveite a experiência sabendo que você escolheu o caminho certo para você.

Planejamento

De forma geral, estudar na idade adulta implica que algumas obrigações familiares e de trabalho devem ser planejadas de forma quase milimétrica. Por isso, você deve saber organizar bem o seu tempo, de forma realista, mas também sem perder o ritmo.

Hábitos de estudo

Pouco a pouco, o hábito de estudo será recuperado anos depois de tê-lo perdido. Seja como for, é recomendável ir devagar, superando pequenos desafios até que estudar volte a ser parte da sua rotina.

Senhora estudando em uma classe de jovens

Escolha

É imprescindível fazer uma escolha correta no que diz respeito à formação que queremos atualmente. Pense no que você está buscando ao voltar a estudar. Melhorar seu desempenho profissional? Assumir novos desafios? Alimentar a sua curiosidade?

As respostas para essas perguntas te ajudarão muito na hora de decidir entre uma opção ou outra. Nesse sentido, o recomendável é não prolongar demais o tempo destinado para a decisão: as opções são infinitas e podem atrapalhar nossa confiança e motivação.

Apoio

Apoie-se nas pessoas importantes para você, em sua família e seus amigos. Pode ser que existam momentos nos quais você acreditará que não conseguirá lidar com tudo. É nessas horas que a ajuda deles será essencial – e sua ausência pode ser fatal.

Agora, coloque as mãos à obra. Não permita que ninguém te diga que voltar a estudar na idade adulta é uma loucura, porque isso não é verdade. É uma oportunidade única de crescimento pessoal e profissional.

C. Franco, Isabel, (2017). Volver a estudiar en la edad adulta: técnicas y consejos, España: Amazon.