Os 7 escritores mais importantes da história

Embora seja difícil passear pela história da literatura e destacar apenas sete escritores, hoje queremos compartilhar com vocês a nossa escolha particular.
Os 7 escritores mais importantes da história

Última atualização: 19 Setembro, 2021

Fazer um ranking dos escritores mais importantes da história não é uma tarefa fácil. Podemos tentar avaliar a qualidade dos seus trabalhos, mas sempre haverá uma influência do gosto de quem faz a seleção.

No nosso caso, os escritores foram selecionados com base na qualidade de suas obras, sua popularidade, sua marca na história da literatura e sua influência. 

Os 7 escritores mais importantes da história

Se você está curioso para saber quem foram, o que escreveram e quando, nós o convidamos a continuar lendo.

1. Dante Alighieri / Itália (1265-1321)

Apreciado por sua grande espiritualidade, Dante é apelidado de “Poeta Supremo” ou “il Sommo Poeta”. Apesar disso, também foi um escritor de prosa, teórico literário, filósofo e pensador político. Sua obra icônica é A Divina Comédia (1304-1321), fundamental para a transição do pensamento medieval para o renascentista e, é claro, um dos clássicos da literatura mundial.

O livro gira em torno da busca por Beatriz, a mulher que o cativou até levá-lo ao paraíso. Para isso, ele terá que sair da selva e seguir Virgílio, que será seu guia para entrar nos círculos do inferno.

Dante Alighieri

2. William Shakespeare / Inglaterra (1564-1616)

Como Ben Jonson (um escritor contemporâneo de Shakespeare) anunciou: “William Shakespeare não pertence a uma única era, mas à eternidade.” Ele tinha razão porque, conforme corroborado por uma pesquisa realizada em 2014 pela Universidade de Jaén, sua influência chegou à China graças ao dramaturgo Cao Yu.

Sem dúvida, o reconhecimento não é para menos. Além de poemas, ele escreveu catorze comédias, dez tragédias e dez outros dramas históricos. Sua obra é objeto de análise em diversas universidades, nas quais os alunos cursam disciplinas que abordam sua produção literária.

William Shakespeare, um dos escritores mais importantes da história

3. Miguel de Cervantes, um dos escritores mais importantes da história da Espanha (1547-1616)

Também reconhecido como “o maneta de Lepanto”, deu vida a Dom Quixote, o livro mais publicado e traduzido para outros idiomas depois da Bíblia. Embora também tenha escrito um grande número de romances, sua figura ficará para sempre ligada ao seu personagem principal.

O engenhoso Dom Quixote de la Mancha narra as aventuras de Alonso Quijano, um pobre senhor que, depois de ler tantas novelas de cavalaria, acaba enlouquecendo e se julgando um cavaleiro errante.

Sua história foi a chave que abriu as portas para a metaliteratura por meio da paródia. Além disso, graças a ela, a história da Espanha ainda vive, já que suas páginas descrevem com precisão e detalhes muitos dos costumes da época.

Estátua de Cervantes

4. Charles Dickens / Inglaterra (1812 – 1870)

Considerado um dos melhores romancistas ingleses de todos os tempos graças a obras como:

  • Oliver Twist (1838).
  • Um Conto de Natal (1843) .
  • Little Dorrit (1857).

Estas são algumas das obras mais emblemáticas de Charles Dickens, que demonstram sua luta pelas classes sociais mais desfavorecidas da era vitoriana, sua crítica incansável à pobreza e sua enorme empatia pelo homem.

Para muitos, foi o autor que, com mais sucesso e emoção, soube traduzir o Natal com palavras em forma de história.

Charles Dickens, um dos escritores mais importantes da história

6. Franz Kafka / República Tcheca (1883 – 1924)

Sua obra é uma fusão de elementos fantásticos e realistas que despertaram consciências em um período em que a alienação do trabalho estava na ordem do dia. Kafka fez com que as pessoas se identificassem, em A Metamorfose (1915), com Gregorio Samsa, que da noite para o dia se transformou em um inseto assustador.

Como bom expressionista e existencialista, os temas das suas criações literárias centram-se na condição do homem contemporâneo, angústia, culpa, burocracia, frustração e solidão, entre outros.

Monumento de Kafka

5. William Faulkner / Estados Unidos (1897-1962)

Premiado com o Prêmio Nobel de Literatura, Faulkner foi um dos melhores criadores de romances experimentais. Além disso, foi um verdadeiro pai de muitos autores contemporâneos, como Mario Vargas Llosa, Juan Rulfo, Ana María Matute e o grande existencialista hispano-americano Juan Carlos Onetti.

Seu reconhecimento final chegou graças a seu quarto romance, O Ruído e a Fúria (1929), que apresenta uma polifonia de vozes com diferentes narradores que demonstram a espantosa capacidade de Faulkner de recriar literariamente os traços da mente humana, mesmo os mais anormais.

William Faulkner
Crédito editorial: James Kirkikis/Shutterstock.com

7. Jorge Luis Borges / Argentina (1899 -1986)

Uma das figuras-chave, tanto da literatura hispânica quanto da literatura universal, é Borges. Seu respeito pela confluência de opostos com a presença argentina no tango ou nas facas foi apenas o começo na escrita de uma criança que nasceu quase com um livro nas mãos.

Assim nasceu La biblioteca de Babel (1941) e mais de 50 contos, ensaios e poemas, que permitem aos leitores (sejam matemáticos, filósofos, químicos ou filólogos) entrar no labirinto de Borges para admirar a vida com diferentes olhos e desenvolver cada um a sua teoria sobre isso.

Nesse sentido, sua cegueira causada por uma doença genética lhe deu as chaves secretas para escrever sobre diversos temas, todos eles relacionados com a filosofia, existencialismo, o universo, etc., e expressos através do racionalismo.

Os maiores escritores da história são conhecidos por suas obras

Infelizmente, a lista dos escritores mais importantes da história teve que ser restringida, mas existem muitos outros. A verdade é que autores que marcaram um antes e um depois na literatura mundial foram deixados de lado. Assim, também não podemos nos esquecer de:

  • A madalena de Proust.
  • As histórias de Camus.
  • Os contos de Poe.
  • Ulisses, de James Joyce.

Além disso, se mantêm vivas as mulheres escritoras que, com o tempo, voltaram ao lugar da história onde sempre deveriam ter estado: Emily Dickinson e seus poemas íntimos, Virginia Woolf com seu próprio quarto e Mary Shelley, com seu Frankenstein, são apenas algumas das mais influentes na cena literária mundial.

Sem ir tão longe no tempo, encontramos também nomes consagrados, como Philip Roth, Paul Auster, Murakami, Saramago, Zafón e J.K. Rowling, aquela escritora que marcou o coração de milhares de jovens – e não tão jovens – com o seu universo particular.

Pode interessar a você...
Biografia de Gabriel García Márquez e o realismo mágico
A mente é maravilhosa
Leia em A mente é maravilhosa
Biografia de Gabriel García Márquez e o realismo mágico

Neste artigo, decidimos mergulhar na biografia deste romancista colombiano considerado um dos melhores escritores do século XX: Gabriel García Márq...