Home office: como conciliar o profissional e o pessoal?

Em vez de pensar em separar a esfera profissional da pessoal, talvez devêssemos nos concentrar em equilibrá-las e conciliá-las. O home office é uma modalidade que permite abordar o trabalho de forma mais natural e flexível.
Home office: como conciliar o profissional e o pessoal?

Última atualização: 15 Julho, 2021

O home office está se tornando cada vez mais difundido em todo o mundo. As novas tecnologias têm permitido que a distância física não seja um obstáculo para fazer parte de um sistema produtivo. Você pode estar na Europa e trabalhar para um empregador chinês sem nenhum problema.

Isso abriu inúmeras possibilidades e oportunidades para centenas de trabalhadores. No entanto, como costuma acontecer, também deu origem a realidades perturbadoras. Uma delas é a mistura que ocorre entre o profissional e o pessoal no âmbito do trabalho em casa.

“Todas as pessoas são dispostas a trabalhar de forma criativa. O que acontece é que a maioria nem percebe”.
-Truman Capote-

Supõe-se que a vida pessoal e a vida profissional devem ser completamente separadas. E dizemos “supõe-se” porque na prática isso raramente acontece. Os seres humanos não têm um interruptor para desligar uma área da vida e ligar outra à vontade. Vamos examinar isso com mais detalhes a seguir.

Estresse no trabalho

O mito da separação

A separação entre a vida profissional e a vida pessoal foi uma invenção da industrialização. Antes disso, o trabalho fazia parte da vida pessoal de forma natural. E isso não era um problema. Trabalhar em casa era normal, não havia razão para mudar para outro local.

Com a Revolução Industrial, as coisas mudaram. As máquinas se tornaram o eixo central da produção. O trabalho em casa foi basicamente esquecido. Os operários deveriam ir até o local onde ficavam as máquinas para realizar seu trabalho. O novo modelo exigia a definição de horários fixos de trabalho.

Foi assim que as pessoas e as sociedades começaram a passar longos períodos de tempo no trabalho. Aparentemente, eram duas áreas diferentes. Porém, o ser humano não vive dessa forma compartimentada. Leva-se muito do pessoal para o local de trabalho e vice-versa.

Os escritórios

Muitas tarefas não exigiam a concentração de trabalhadores em torno das máquinas. Porém, os escritórios também foram criados a partir da industrialização. Eles concentravam os trabalhadores para facilitar o trabalho e o atendimento aos clientes.

Com as novas tecnologias, isso mudou. Hoje, praticamente todas as tarefas de escritório podem ser feitas em casa, se você tiver um computador. Esta é a grande máquina e, no momento, está disponível para quase qualquer pessoa. Se muitas empresas ainda não implementaram o home office, é principalmente por falta de visão ou desejo de controle.

Portanto, voltamos àqueles tempos em que trabalhar em casa é algo muito comum. No entanto, ainda persiste a mentalidade de que o pessoal e o profissional devem ser duas áreas distintas. O fato de isso não acontecer gera tensão para muitas pessoas.

O home office e o estresse

O natural no ser humano é integrar sua vida profissional e sua vida pessoal. Estas são duas áreas que não precisam entrar em conflito. O que pode causar tensão é o desejo de separar o inseparável e, é claro, de não conseguir fazer isso. Também causa tensão viver apenas uma das dimensões que constituem o nosso ser.

Na verdade, de uma forma ou de outra, estamos sempre trabalhando. O significado da palavra trabalho tem a ver com atividade, esforço e transformação. Mesmo quando dormimos, nosso cérebro continua a processar e organizar informações.

O certo é que, em alguns momentos, trabalhamos para os outros, pelo menos de forma relativa. Ajudamos outras pessoas a atingir seus objetivos e, ao mesmo tempo, alcançamos nosso objetivo de obter uma renda. Outras vezes, nos concentramos apenas nos nossos próprios objetivos e trabalhamos para alcançá-los.

Trabalhar em casa

Home office: conciliar, e não separar

O home office tem a grande vantagem de oferecer muito mais liberdade para organizar o tempo. No entanto, para algumas pessoas, isso é opressor. Essa liberdade leva ao caos e, dessa forma, elas acabam trabalhando o tempo todo e sentindo que seu trabalho é interrompido o tempo todo por algum assunto doméstico.

Alguns decidem implementar cronogramas rígidos que muitas vezes acabam não cumprindo. Se você trabalha em casa, não pode ignorar que algo está queimando na cozinha ou que seu filho está chorando na sala de estar. É impossível compartimentar a vida e o trabalho de forma absoluta. E, de fato, isso não é necessariamente bom.

Talvez o melhor não seja encontrar a técnica perfeita para separar o campo profissional do pessoal. Talvez seja necessário se tornar mais flexível e aprender a conciliar as duas áreas. O home office é útil para trabalharmos de acordo com objetivos, e não com horários. Atenda às prioridades de cada dia e não à tirania dos horários fixos.

Pode interessar a você...
7 técnicas de gestão emocional
A mente é maravilhosaLeia em A mente é maravilhosa
7 técnicas de gestão emocional

Conheça 7 técnicas de gestão emocional, que nos fornecem mecanismos adequados para canalizar a tensão, as pressões e o estresse do dia a dia.



  • Hochschild, A. R. (2008). La mercantilización de la vida íntima: apuntes de la casa y el trabajo (Vol. 3045). Katz editores.