Ações que deveríamos fazer com mais frequência

Ações que deveríamos fazer com mais frequência

junho 26, 2015 em Psicologia 360 Compartilhados
ações

É provável que você já saiba, se você gosta de pesquisar, experimentar ou ler a respeito, quais são as coisas que possibilitam ter uma vida mais saudável e feliz. Sim, passar tempo com a família ou amigos, comer frutas, dormir bem, fazer exercício, etc. Contudo, quantas vezes na semana você consegue cumprir essas “recomendações”? Menos do que o ideal, sem dúvida.

Todos precisamos de lembretes diários para repetir certos hábitos, até que os façamos sem perceber. Dizem que o cérebro leva 21 dias para assimilar uma nova habilidade, e que é muito difícil esquecê-la a partir de então. Por que você não tenta com estas ações tão benéficas? Um plano de três semanas completas para obter resultados realmente maravilhosos.

Atenção, você não precisa fazer tudo junto se não quiser, pode ir adicionando um de cada vez na lista (ou mais se assim se propuser). Todos estes conselhos são positivos para a sua vida de modo que, se você arriscar, pode colocá-los em prática agora mesmo e repeti-los por 21 dias seguidos. Depois, analise como se sente; você verá que a sua vida terá mudado bastante.

1 – Desligue-se da tecnologia: desligue o seu celular quando chegar em casa ou enquanto estiver jantando. Institua a regra de “nada de celulares à mesa”. Você não precisa consultar o e-mail e as redes sociais enquanto está comendo. O mesmo se aplica à televisão. Aproveite esse tempo para conversar em família, contar o que aconteceu no dia, planejar as férias, falar de coisas importantes, etc.

2 – Passe tempo com as pessoas: As redes sociais não contam, assim como os chats ou mensagens de texto e as videoconferências. Estar fisicamente com alguém, cara a cara, tomando um café, em um bar, conversando sobre a vida, é muito mais satisfatório que falar ou escrever em uma tela. Aproveite para visitar os seus avós, seus pais, amigos que faz tempo que não vê. Organize a sua agenda de modo que tenha pelo menos uma hora para cada um deles.

3 – Coloque o seu bem-estar em primeiro lugar: por mais frio que pareça, em seu trabalho você é apenas mais um, e se tiverem que substituí-lo o farão sem duvidar. Por que então viver para eles? Você vai trabalhar mesmo doente, vive preocupado e estressado? Não deixe que tomem decisões por você.

4 – Gaste um pouco de dinheiro com o que você gosta: se sempre o convidam para festas e reuniões e você nunca vai, em algum momento vão se cansar de convidá-lo. Mesmo que você esteja economizando ou que “as contas não fechem”, tomar um drink com um amigo não vai fazer você declarar falência. Sair um pouco faz bem, conhecer novas pessoas, se divertir, etc.

5 – Coma de forma mais saudável: não há desculpas, sem essa de “não tenho tempo para cozinhar”. É muito mais econômico, saudável e até gratificante preparar o jantar para a sua família do que ligar para um delivery. O seu corpo agradecerá muito. Leve comida de casa para o trabalho, prefira as saladas ou as frutas em vez do fast food, os sucos naturais em vez do café e a água no lugar dos refrigerantes. Em pouco tempo, o seu organismo lhe mostrará quanto está feliz: menos doenças, mais vitalidade, menos cansaço, etc.

6 – Leia mais: a sensação de ter nas mãos um bom livro, o cheiro do papel, o fato de mudar de página, colocar um marcador, é muito mais real que um tablet, um e-book ou um computador. Os livros são como um tesouro; não há nada como andar com um daqui pra lá e aproveitar para lê-lo em qualquer minuto disponível que tiver. Se são de ficção ou novelas, o ajudarão a desenvolver mais a sua imaginação e a viajar a lugares inesperados.

7 – Pense antes de falar: analise a situação, não responda sem pensar, tome uns segundos para pensar o que irá dizer, largue esse hábito de responder automaticamente sem analisar; você não é uma máquina, sinta primeiro antes de agir ou de responder. Permita-se o tempo necessário, faça uma pausa, não se afogue nas suas próprias palavras, respire, seja consciente e responsável.

8 – Ria mais e mais: uma pesquisa demonstrou que as crianças de 4 anos riem 300 vezes por dia e que os adultos de 40 anos, três. Rodeie-se de gente divertida, conte piadas, assista um filme de comédia ou vídeos divertidos, mas principalmente, aprenda a rir de si mesmo, dos seus problemas, dos seus erros, se você escorregar na rua ou se derramar água no chão, ria. Em todas as circunstâncias, sempre, ria.

9 – Durma uma hora mais cedo que o normal: a pouca quantidade de sono é uma das causas mais comuns de estresse, doenças, problemas, dores, incapacidades, ineficiência, etc. Quando você está bem descansado pode produzir mais, tomar melhores decisões e principalmente, ser mais feliz. Procure não assistir televisão antes de ir para a cama e, na medida do possível, não assista notícias nem filmes de guerra, porque você não irá dormir bem.

10 – Arrume-se mais: é verdade que as calças de ginástica são muito confortáveis, assim como a bata ou essa camiseta toda furada, mas às vezes é preciso se mimar e se arrumar. Não como se fôssemos a uma festa de gala, mas pelo menos arrumar os cabelos e sair para dar uma volta no quarteirão. Um pouco de maquiagem no rosto ou um bom par de sapatos não irão fazer mal.

Recomendados para você