Feedback: como ele ajuda a aumentar a motivação?

Feedback: como ele ajuda a aumentar a motivação?

Maio 1, 2018 em Psicologia 0 Compartilhados
Feedback positivo

O feedback não é só a informação que os outros nos dão sobre como estamos fazendo o nosso trabalho. Sua finalidade é – ou pelo menos deveria ser – facilitar nossa vida trazendo ideias positivas para melhorar nosso trabalho, com dados concretos e conselhos que possam aumentar a motivação. Essa arte, ou essa habilidade, é indispensável em todos os setores da vida: educação, trabalho, relacionamentos…

É possível que muitos de nós não gostem do uso de um termo em outra língua e não sua tradução direta para nossa língua. Na psicologia, no entanto, é bastante comum fazer uso de palavras procedentes de outros idiomas para designar conceitos específicos. Em alguns casos, como esse caso da palavra feedback, é muito útil fazer uso da palavra diretamente na língua de origem porque ela inclui muitos significados além do que incluiria uma tradução direta.

“Todos precisamos de pessoas que nos ofereçam um feedback adequado. É o único modo que temos para melhorar.”
-Bill Gates-

Feedback é informação e motivação. É energia e é comunicação. É o desejo de melhorar e o impulso da aprendizagem. Feedback é o desejo autêntico de oferecer para a outra pessoa as sementes  necessárias para o desenvolvimento. Não podemos, portanto, negar que há algo realmente lindo nessa palavra: a essência da evolução humana, da motivação que todos deveríamos receber daqueles que estão trabalhando conosco.

Feedback

Feedback, a arte da assertividade

Os especialistas em psicologia motivacional sabem que poucas coisas podem ser mais aterrorizantes do que alguém dando um feedback da forma errada. Os efeitos de um reforço mal feito, incompleto ou mesmo inútil podem ser desastrosos. Isso é muito conhecido por alunos que têm aulas com professores pouco preparados. Funcionários de organizações com chefes desmotivadores também sofrem desse mal. Até nós mesmos sabemos disso por situações que acontecem em nossos relacionamentos afetivos.

Isso porque o feedback é, acima de tudo, uma habilidade. Ele designa a capacidade de um emissor para perceber informações sobre alguém e emiti-las de modo que o receptor as receba com positividade e a transforme em inspiração.

Vamos ver mais informações para entender melhor esse conceito e como ele pode aumentar a motivação.

O que é feedback?

  • O feedback é um fenômeno que acontece no processo de comunicação entre duas ou mais pessoas.
  • O emissor dá uma opinião objetiva para um receptor sobre seu desempenho, comportamento ou sobre situações concretas.
  • O feedback não deve se limitar a apenas informar. A finalidade é incentivar o progresso, é corrigir positivamente para inspirar e promover motivação.
  • O melhor que pode ser feito é apontar os erros e dificuldades junto com elogios a habilidades, focando no progresso e oferecendo ferramentas ou conselhos que possam servir de ajuda para ir em direção à melhora.
  • A ideia central é a seguinte: mostrar para a pessoa aquilo que ela faz bem, apontando depois aquilo que pode ser melhorado e como fazer isso.
  • A comunicação deve ser sempre assertiva, respeitosa e empática.

Feedback positivo no trabalho

O que NÃO é feedback?

  • O feedback não deve ser focado apenas em mostrar o que a outra pessoa não sabe fazer ou fez mal.
  • Se nos limitamos a corrigir ou evidenciar as falhas, a pessoa percebe apenas seu lado negativo. Nesse caso, os resultados podem ser dois: que o emissor seja desacreditado ou que o receptor se negue a escutar. Em qualquer dos dois casos o resultado é o mesmo: nada de progresso.
  • Por outro lado, ficar apenas no reforço positivo também não é sinônimo de feedback. Dizer a uma criança que ela está fazendo algo certo de maneira repetitiva e sem adicionar nenhuma informação nova não permitirá que ele chegue à zona de desenvolvimento proximal sobre a qual fala o psicólogo Vygotski.
  • Se damos dicas para melhorar, injetando autoconfiança na pessoa, melhoraremos seu potencial e sua capacidade de se esforçar.

Como podemos dar um bom feedback?

O bom feedback deve conseguir algo essencial: um avanço, um progresso, uma melhora. Alcançar essa magia sensacional em um grupo de trabalho, em nossos alunos, filhos, ou até mesmo nas nossas relações afetivas exige que tenhamos estratégias adequadas. Vamos agora entender quais são as chaves para tanto:

  • Seria uma boa ideia ter na manga evidências concretas do que vamos comunicar para a pessoa. Não vale falar só “você está fazendo isso bem, mas está fazendo isso mal”. Sejamos rigorosos e exatos no que queremos destacar.
  • Tenha muita consciência do seu humor na hora de dar um feedback. O objetivo é motivar e corrigir de forma positiva. Por isso, se estamos em um dia ruim ou com uma motivação bastante baixa, é melhor buscar outro momento para não transmitir isso à pessoa.
  • Na hora de dar um feedback, uma estratégia muito útil é a do sanduíche: primeiro ressaltamos algo bom na pessoa, depois assinalamos aquilo que não está fazendo muito bem, e por último oferecemos estratégias para melhorar.
  • Mesmo assim, é importante lembrar que na hora de fazer um reforço há uma série de palavras que estão proibidas. São elas: sempre, nunca e mas. Esses termos não são úteis e podem criar incômodos ou contradições.
  • Sejamos muito específicos, diretos e assertivos.

Conexões entre dois cérebros

Para concluir: estamos certos de que agora mesmo conseguimos lembrar mais de uma situação em que alguém nos deu um feedback ruim. E também uma outra situação com um ótimo feedback. Essa competência, mesmo que tenha sido gerada no contexto empresarial, pode nutrir infinitos cenários sociais. Ser habilidoso na hora de usar o feedback, sentir que somos capazes de fazer com que os outros aprendam ou se abram a nossos pontos de vista, é algo que todos deveríamos saber aplicar com eficácia para aumentar a motivação em todos os contextos da vida.

Recomendados para você